8/11/2010 12:00 am

VEREADOR TEM MANDATO AMEAÇADO POR FALTAR ÀS SESSÕES

VEREADOR TEM MANDATO AMEAÇADO POR FALTAR ÀS SESSÕES

O policiamento da regional foi deslocado para evitar tumulto na Câmara Municipal de Peritoró, na última sexta-feira,5. Era pra ser o dia da cassação do mandato do vereador do Partido Republicano, André do Carmo Coelho. Não ocorreu, mas a confusão continua.

A pedido de um suplente dele, a mesa diretora constatou que o vereador faltou 13 vezes às sessões ordinárias. Pelo regimento interno ele só poderia faltar 11 das 37 sessões previstas para este ano. André se defendeu.

“Eles tão dizendo que eu faltei, mas foi trabalhando para o povo, servindo o povo para São Luís levando gente doente, trabalhando direto, não foi brincando, entendeu? O SR. NÃO PROCUROU JUSTIFICAR? Procurei, mas lá são eles que mandam”, afirmou o vereador

REAÇÃO

Diante da ameaça de cassação, o advogado do parlamentar, Ênio Leite Alves da Silva, conseguiu uma liminar da Justiça que o mantém no cargo alegando erros no processo.

“O regimento interno diz que só um vereador poderia fazer esse requerimento e a parte interessada foi o primeiro suplente, o presidente de pronto aceitou essa denúncia e atropelou o regimento”, justificou o advogado

Os colegas de bloco saíram em defesa afirmando que trata-se de uma manobra política que visa fortalecer o grupo adversário na eleição da nova mesa diretora da Casa. Eles registraram na delegacia, o que obriga o delegado a abrir inquérito para apurar a denúncia, que as atas de sessão foram fraudadas para aumentar o número de faltas de André Coelho.

“Segundo o regimento interno, ta aqui em mãos, são cinco faltas consecutivas e 15 intercaladas, no caso aí ele não atingiu o número de faltas que o regimento interno diz que perde o mandato”, disse irmão Henrique Jansen demonstrando uma outra interpretação do regimento.

Valdeci Norberto da Silva, também saiu em defesa de André dizendo “E assim nós tivemos que entrar na Justiça com mandado de segurança para que nós pudéssemos barrar isso tudo, essas coisas absurdas que está havendo dentro dessa Câmara”.

A PRESIDÊNCIA

O atual presidente da Câmara, Raimundo Veras Pereira, afirmou que as faltas existem e não foram sequer justificadas. Segundo ele, não se trata de perseguição política, por isso a assessoria jurídica vai recorrer da decisão liminar que mantém o colega no cargo.

“Eles estão alegando que a gente falsificou as atas, mas na verdade a gente ta com assessoria e tá tudo sob controle”, concluiu

Fonte : Portal Codó

FONTE: http://www.tribunadomaranhao.com.br/noticia/vereador-tem-mandato-ameacado-por-faltar-as-sessoes-7889.html

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br