14/05/2012 12:00 am

Venezuelanos debatem sobre desarmamento

Venezuelanos debatem sobre desarmamento

 

Jornalistas venezuelanos debateram, nesta segunda-feira (14), com representantes da Comissão Presidencial para o Controle de Armas, Munições e Desarme, propostas para a elaboração de políticas públicas que solucionem a situação de violência associada às armas de fogo.

 

Após concluir a Consulta Nacional por uma Convivência sem Armas, comunicadores de diversos meios públicos e privados, expuseram suas experiências e as possíveis vias para acabar com a criminalidade vinculada à posse destes artefatos

 

Durante o encontro, realizado em Caracas, membros da comissão expuseram a importância de incluir a população dos mais variados setores sociais e religiosos do país na formulação de uma legislação para o desarme, depois de afirmar que na Venezuela, 98% dos homicídios são cometidos com armas de fogo.

 

A possibilidade de aplicar anistia para proporcionar a entrega voluntária das armas, baseada na experiência positiva do Brasil, foi outro dos assuntos discutidos.

 

Segundo indicou recentemente o deputado e membro da Comissão Presidencial, Freddy Bernal, se prevê que no mês de maio a Assembleia Nacional discuta em plenária o projeto de Lei Desarme.

 

“A administração está empenhada em formar uma consciência cidadã sobre o risco que representa o porte de armas de fogo para a segurança pessoal, familiar, comunitária, com o propósito de desmistificar o uso das mesmas como um meio de proteção e segurança dos venezuelanos”, apontou.

 

Desde a Comissão Presidencial se busca transformar a percepção das armas de fogo através de processos culturais e a construção de discursos que deslegitimem a violência como a única via para desarmar um país.

 

Prensa Latina

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=183239&id_secao=7

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br