13/08/2012 12:00 am

Venezuela se incorpora juridicamente ao Mercosul

Venezuela se incorpora juridicamente ao Mercosul

 

A entrada da Venezuela como membro pleno no Mercosul será formalizada nesta segunda-feira (13) com sua incorporação jurídica ao bloco. A adesão do país ao grupo regional foi oficializada, no entanto, no último dia 31 em cerimônia diplomática em Brasília com os representantes de Brasil, Argentina e Uruguai.

A partir desta segunda, o mais novo membro do Mercosul conta com o prazo de quatro anos para se adequar aos requisitos e parâmetros exigidos pelo bloco. Para Hugo Chávez, o processo não vai significar mudanças radicais, pois “as nomenclaturas venezuelanas são muito parecidas com as do Mercosul”.

 

“Estamos apenas começando um caminho que será longo e proveitoso. A Venezuela no Mercosul chegou a sua própria essência e dimensão geopolítica”, disse o presidente na última sexta-feira (10). Para acelerar o processo, o governo venezuelano criou grupos de trabalho responsáveis pela análise técnica dos requisitos e pelo cronograma de adequação do país, que se reúne até o dia 17 de agosto, em Montevidéu, no Uruguai, onde está a secretaria geral do Mercosul.

 

O governo venezuelano e os outros membros do bloco esperam que até dezembro deste ano, os produtos comercializados pelo país já estejam adaptados aos códigos do Mercosul. A ministra do Comércio da Venezuela, Edmée Betancourt, disse que a nomenclatura do Mercosul envolve 10 mil códigos de tarifas. No caso da Venezuela, segundo ela, a adequação, devido aos produtos contidos na relação da Comunidade Andina de Nações, são 6,8 mil códigos tarifários.

 

Pelo planejamento inicial, a prioridade é incluir na lista de produtos comercializados entre a Venezuela e os demais integrantes do Mercosul as mercadorias cujas taxas estão próximas às cobradas pelo bloco – que variam de 10% a 12,5%, informou a Agência Brasil.

 

Com o ingresso da Venezuela, o Mercosul receberá um importante acréscimo em seu PIB (Produto Interno Bruto), que passará agora para US$ 3,3 trilhões, além de aumento populacional e territorial. Ontem, após jantar com Dilma, Chávez disse que “esperou muito por esse momento (da adesão)”.

 

Fonte: Opera Mundi

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=191010&id_secao=7

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br