25/09/2012 12:00 am

Vamos unificar as lutas. Essa semana é decisiva para as campanhas salariais!

Vamos unificar as lutas. Essa semana é decisiva para as campanhas salariais!

Esta semana promete ser decisiva para as categorias que estão em campanha salarial. Trabalhadores dos Correios, bancários e petroleiros intensificam as mobilizações e convocam atos unificados.

 

Nesta quarta-feira (26), os petroleiros das bases da FNP (Federação Nacional dos Petroleiros) farão um Dia Nacional de Lutas com mobilizações, atrasos na entrada, corte de rendição e protestos. Em São Paulo, farão um ato às 16h, na Praça dos Correios, para o qual os bancários já confirmaram presença.

 

Os petroleiros do Litoral Paulista e de São José dos Campos farão greve de 24 horas nesta quarta-feira (26). Desde a segunda-feira (24) iniciaram uma série de mobilizações nas unidades da Petrobrás para pressionar a empresa a apresentar uma nova proposta. A intenção é mobilizar a categoria nacionalmente, com a construção de um movimento unificado.

 

Já os bancários aguardam nesta terça-feira (25), a decisão da nova rodada de reunião com a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) e com os representantes dos bancos públicos. Na quarta-feira (26), serão realizadas assembleias em todo o país, nas quais será apresentada a proposta apresentada na reunião.

 

Segundo informações do membro do MNOB (Movimento Nacional de Oposição Bancária), Bento José, no Banco do Brasil e no Banco da Amazônia existe a ameaça de descontar o vale refeição e vale alimentação dos funcionários em greve. “Temos que denunciar isso como política antissindical, rechaçamos essa conduta por parte dos bancos públicos”, frisa.

 

Uma conquista importante da greve dos bancários é que foram derrubados todos os interditos proibitórios que limitavam a atuação dos sindicalistas na greve em São Paulo.

 

Os trabalhadores dos Correios também estão em um momento decisivo de sua campanha. Nesta terça-feira haverá audiência de conciliação no TST (Tribunal Superior de Trabalho) sobre a greve entre a empresa e a federação dos trabalhadores. Caso não haja a conciliação, está marcado para quinta-feira (27), o julgamento do dissídio coletivo, que será realizado, às 13h, em Brasília.

 

Intensificar e unificar as lutas – A CSP-Conlutas orienta as categorias a realizarem atos unitários nos estados para fortalecer as campanhas salariais. A Secretaria Executiva Nacional da CSP-Conlutas, reunida na última quinta-feira (20), reforçou a orientação às entidades filiadas e oposições que atuam nas categorias em luta, que organizem atos unificados como o que foi o realizado em São Paulo.

 

A denúncia do Acordo Coletivo Especial está sendo incorporada nas pautas mais gerais das campanhas salariais de categorias dirigidas pelas nossas entidades filiadas, assim como as demais bandeiras da Central: pelo fim do Fator Previdenciário e à proposta do Fator 85/95, que restringem a aposentadoria; assim como a tentativa do Governo de restringir a greve no serviço público.

 

A Central produziu cartaz, adesivo e boletim de apoio às greves no qual orienta a unificação dessas lutas. Confira e divulgue!

http://cspconlutas.org.br/2012/09/vamos-unificar-as-lutas-essa-semana-e-decisiva-para-as-campanhas-salariais/

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br