22/11/2012 12:00 am

Uruguai tem greve geral por mudanças mais profundas

Uruguai tem greve geral por mudanças mais profundas

 

A greve geral parcial, convocada pela central sindical PIT-CNT, começou nesta quinta (22), sem afetar os serviços de saúde de emergência e de transporte público, embora os trabalhadores destes setores tenham aderido à mobilização.

 

Além disso, algumas escolas paralisarão seus trabalhos, assim como os bancos e todas as repartições públicas, segundo as primeiras notícias do dia.

 

A mobilização, que vai terminar ao meio-dia, depois de uma manifestação no centro de Montevidéu e de atos semelhantes em cada departamento do interior, reivindica “a necessidade urgente de aprofundar as mudanças.”

 

Entre os lemas da paralisação, destaca-se o que diz “nós trabalhadores retomamos a iniciativa e a ofensiva”, enquanto a convocatória estabelece que, com ideias, programa e ações dos trabalhadores, “estamos comprometidos com que nosso país trilhe o caminho até mudanças mais profundas” .

 

“Vamos colocar no centro do debate tanto a discussão programática de longo prazo, quanto a fase de concretizações que anseiam os uruguaios”, afirma o documento.

 

Após destacar que conseguiram várias conquistas importantes e que o movimento sindical cresceu de 110.000 para 330.000 filiados, o texto insiste que “não devemos ficar satisfeitos”.

 

Nesse sentido, enumera diversas demandas e ações nas áreas de habitação, educação pública, saúde e reforma tributária, entre outras, apontando para a necessidade de uma maior distribuição da riqueza.

 

Além disso, os líderes do PIT-CNT confirmaram que, no dia 29, terão uma reunião de trabalho com o presidente José Mujica para trocar opiniões sobre as propostas do movimento sindical.

 

Fonte: Prensla Latina

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=199420&id_secao=7

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br