7/01/2011 12:00 am

UNIÃO EUROPEIA RECUSA CONVITE DO IRÃO PARA VISITAR CENTRAIS NUCLEARES

UNIÃO EUROPEIA RECUSA CONVITE DO IRÃO PARA VISITAR CENTRAIS NUCLEARES

A União Europeia não vai aceitar o convite feito pelo Irão, no início desta semana, para que diplomatas estrangeiros – em que se incluíam representantes do bloco dos 27 – visitassem ainda antes do final deste mês algumas das centrais nucleares do país.

“Aquilo que lhes vamos dizer é que a tarefa de inspecção das centrais nucleares cabe à Agência Internacional de Energia Atómica [AIEA], e espero que o Irão assegure que a agência possa continuar ali o seu trabalho”, afirmou a chefe da diplomacia da UE, Catherine Ashton, no final de uma reunião com o ministro dos Negócios Estrangeiros húngaro, Janos Martonyi, cujo país assegura presentemente a presidência dos 27.

Ashton avançou ainda que esta tomada de posição não é “uma perspectiva negativa ao convite”, mas apenas a expressão clara de que “não é função [da UE] visitar as centrais e determinar aquilo para que servem”. “Esse é o trabalho dos inspectores [da AIEA, agência das Nações Unidas]”, insistiu.

A chefe da diplomacia europeia já na véspera sinalizara como muito improvável a aceitação do convite feito pelo regime de Teerão, dando voz aliás àquilo que os observadores tinham prontamente avaliado quando o mesmo foi formulado na terça-feira passada – com a Alemanha, França e Reino Unido a serem excluídos do convite, assim como os Estados Unidos, o assentimento de Bruxelas era já um dado praticamente adquirido.

O Irão formalizara o convite especificamente a alguns diplomatas acreditados nas Nações Unidas – incluindo os da Rússia, China e União Europeia – para visitarem algumas das centrais nucleares iranianas, no que então descreveu como um sinal de “boa vontade” nas negociações sobre o seu polémico programa atómico.

As centrais de Natzanz e a de Arak são dois dos destinos dados como certos por Teerão para esta visita, que deve realizar-se antes da segunda ronda de conversações do Irão com o grupo dos seis (os cinco membros do Conselho de Segurança – Estados Unidos, Rússia, China, Reino Unido e França – mais a Alemanha), marcada para Istambul para o final deste mês.

Logo na terça-feira, os Estados Unidos descreveram esta proposta iraniana como uma “palhaçada” que não será assumida como “verdadeira e transparente cooperação”. “Não é mais do que uma tentativa de desviar as atenções do facto de [os iranianos] não respeitarem as suas obrigações com a AIEA”, criticou então o porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Philip Crowley.

 

FONTE: http://www.publico.pt/Mundo/uniao-europeia-recusa-convite-do-irao-para-visitar-centrais-nucleares_1474003

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br