21/08/2012 12:00 am

UNE tem audiência com Dilma sobre PNE na quarta

UNE tem audiência com Dilma sobre PNE na quarta

 

A União Nacional dos Estudantes (UNE) tem reunião agendada com a presidenta Dilma Rousseff, na quarta-feira (22), para debater duas das principais bandeiras da entidade: a destinação de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) para a educação, dentro do Plano Nacional para o setor (PNE), que ainda não foi aprovado, e mais verba para a assistência estudantil. Para a UNE, trata-se de um momento crucial para o movimento estudantil por uma educação de qualidade para todos.

 

 

Em seus 75 anos de história, a UNE tem reafirmado bandeiras importantes para o movimento, como o aumento de verba para o setor. Nas últimas semanas, os estudantes cercam os gabinetes e parlamentares para garantir que o PNE, aprovado por unanimidade em 26 de julho – com o índice de 10% do PIB em investimentos educacionais -, seja enviado para o Senado. O governo tem dito, por declarações de ministros, que não há condições orçamentárias para sustentar o repasse.

 

“Vamos reafirmar o posicionamento dos estudantes brasileiros: não aceitamos menos de 10%. Em relação à assistência estudantil, sabemos que atualmente é algo fundamental para garantir a permanência dos estudantes na universidade e a principal pauta de reivindicação dos jovens na greve das federais. Queremos mais assistência e vamos brigar por isso”, afirmou o presidente da entidade, Daniel Iliescu. “Atualmente a verba que o governo destina para esse setor é de 500 milhões. Queremos um aumento de, pelo menos, 50% nesse valor”, explicou.

 

Leia Nota da UNE em defesa da educação e da universidade brasileira

 

No dia 26 de junho, representantes de 44 DCE´s de federais e lideranças da UNE reuniram-se com o ministro da educação Aloizio Mercadante para entregar a ele uma ampla pauta de reivindicações específicas de cada universidade ()

#SOMOSTODOS10%

 

A UNE carrega como principal bandeira de luta maiores investimentos em educação como 50% do fundo social e dos royalties do Pré-sal e 10% do PIB. No último dia 26 de junho os estudantes brasileiros alcançaram uma importante vitória nessa direção, a comissão especial da câmara dos deputados aprovou o relatório do PNE com meta de investimento em educação de 10% do PIB. A conquista é fruto de muita mobilização dos estudantes em conjunto com o movimento educacional.

 

Porém, no último dia 14 de agosto, o Governo emitiu um recurso que, atentando contra o direito dos estudantes e trabalhadores a uma sociedade mais justa e democrática, pode retardar a tramitação do plano no congresso e colocá-lo para votação após as eleições municipais de 2012, ou seja, em 2013.

 

O recurso foi assinado por 80 deputados, e mais uma vez a UNE em parceria com outras entidades do movimento educacional mobilizam-se para pressionar o governo a votar imediatamente o PNE com 10% do PIB.

 

Com Site da UNE

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=191757&id_secao=8

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br