11/05/2012 12:00 am

UE projeta crescimento nulo para Grécia e fraco para Portugal

UE projeta crescimento nulo para Grécia e fraco para Portugal

DA REUTERS, EM BRUXELAS

A Grécia, que deu início à crise da dívida soberana da zona do euro em 2010 e que agora depende do financiamento da União Europeia e do FMI (Fundo Monetário Internacional), deve ter crescimento econômico zero em 2013 após contração de 4,7% neste ano, seu quinto ano de recessão.

As projeções fazem parte do panorama econômico para os 27 países da União Europeia, divulgado duas vezes por ano pelo braço executivo do bloco (a Comissão Europeia).

O déficit orçamentário grego deve recuar para 7,3% neste ano ante 9,1% no ano passado, mas a menos que a Grécia aprove uma legislação para reduzir ainda mais seu déficit, a diferença vai se ampliar de novo para 8,4% no ano que vem, informou a Comissão.

PORTUGAL E IRLANDA

Portugal, que como a Grécia depende financeiramente da UE e do FMI após perder a confiança do mercado, estará perto de cumprir suas metas de déficit neste ano e no próximo, com um déficit de 4,7% em 2012 e de 3,1% em 2013, de acordo com as estimativas.

A economia de Portugal deve contrair 3,3% neste ano, após uma recessão de 1,6% em 2011, mas crescerá de novo 0,3% em 2013.

O terceiro país da zona do euro que usa a ajuda da UE e do FMI, a Irlanda, terá um crescimento de 0,5% neste ano após crescimento de 0,7% em 2011, e acelerará para 1,9% em 2013. O país deve reduzir seu déficit orçamentário de 13,1% no ano passado para 8,3% em 2012 e para 7,5% em 2013.

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1088827-ue-projeta-crescimento-nulo-para-grecia-e-fraco-para-portugal.shtml

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br