21/09/2011 12:00 am

Trabalhadores dos Correios farão ato com bancários e petroleiros

Os trabalhadores dos Correios do Rio de Janeiro – que estão em greve desde o dia 14 – decidiram na assembleia desta terça (20) pela realização de uma passeata unificada com os petroleiros e bancários, que também estão em campanha salarial, nesta quarta (21). A manifestação promete ser um ato contra a intransigência da estatal que se recusa dar um aumento real para os trabalhadores.

Inicialmente, o diretor do Sintect-RJ, Marcos Santaguida, falou da reunião realizada em Brasília com diretores de outros sindicatos dos correios para encontrar uma saída para o impasse. Entretanto, segundo ele, o governo continua intransigente.

Ao final, Ronaldo Leite, também diretor do Sindicato, falou sobre a força da greve, que completou uma semana: “ao contrário do que a empresa anuncia, a greve se mantém forte e estamos conseguindo novas adesões. Temos certeza de que no Rio de Janeiro e no Brasil continua muito forte. Avaliamos que podemos avançar na proposta, essa é a orientação do nosso comando. A empresa diz que não negocia com os trabalhadores em greve e ameaça com o corte de ponto, porém quando não estávamos paralisados eles também não negociavam”.

Em votação na assembleia desta terça (20), a categoria decidiu continuar paralisada por tempo indeterminado.

Por conta da unificação das campanhas salariais, a próxima assembleia dos trabalhadores dos Correios, dia 21, será às 10 horas, na Candelária, centro do Rio. De lá, petroleiros, bancários e ecetistas sairão em passeata pela Avenida Rio Branco em direção à sede da Petrobrás, onde farão uma manifestação conjunta.

Da redação do Vermelho-RJ

 

FONTE: http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=164432&id_secao=8

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br