18/11/2010 12:00 am

TIMON RECEBE PRÊMIO POR ECONOMIZAR ENERGIA NA EDUCAÇÃO

TIMON RECEBE PRÊMIO POR ECONOMIZAR ENERGIA NA EDUCAÇÃO

Suely Mendes recebeu o troféu em nome da Prefeita A economia ao município de R$ 113 mil reais foi o suficiente para Timon receber o prêmio ‘Procel Cidade Eficiente no Consumo de Energia Elétrica’ – 7ª edição, vencendo na categoria Educação, referente a economia da energia nas escolas da rede municipal de ensino. A entrega da premiação aconteceu em Campinas, no estado de São Paulo, no último dia 11. A oposição credita o feito às paralisações das escolas da zona urbana – em razão das greves – e da zona rural, por falta de professores e também pelo atraso de salários.

O troféu foi entregue à Secretária de Educação, Suely Mendes, que foi representando a Prefeita Socorro Waquim, cuja a participação na solenidade não foi possível devido a outros compromissos da agenda.

O programa Procel em Timon – De acordo com informações prestadas pela Secretária de Educação do Município, Professora Suely Mendes, as unidades escolares incluídas no Procel Educação em Timon, desde 2008, conseguiram economizar 113 mil reais aos cofres públicos municipais, o que representa 308 mil kilowatts/hora a menos no consumo de energia elétrica. “Para atingir o objetivo foram realizadas palestras, capacitação dos funcionários, sensibilização das comunidades escolares além de workshops sobre consumo energético e preservação ambiental”, informou a Secretária.
“A Unidade Escolar José Waquim, localizada no bairro Parque Alvorada, possui mais de 700 alunos matriculados, do 1º ao 9º ano e EJA, com aulas em todos os turnos, conseguiu superar em três vezes a meta estipulada pelo Programa”, afirma a Professora Maria do Amparo, Diretora da Unidade Escolar que também explicou que os resultados obtidos foram possíveis a partir de medidas simples, como o desligamento de lâmpadas e ventiladores quando as salas de aula estavam inativas e a troca de lâmpadas incandescentes por fluorescentes.
Oposição credita economia a escolas paradas – Enquanto a prefeitura comemora o recebimento do prêmio nacional por economia de energia no setor educacional, opositores e sindicalistas de Timon fazem é lamentar o feito, por entender que ele veio mais por fechamento das escolas em razão de greves, protestos e falta de professores do que em razão do uso racional da energia.
Nos últimos dois anos, período de avaliação do consumo de energia, os professores fizeram quase uma dezena de greves, deixando quase todas as escolas praticamente fechadas. Neste momento os professores promovem uma”operação tartaruga”, com o funcionamento apenas parcial das escolas. Desde o início dos anos escolas da área urbana do município encerram o expediente antes das 10 horas da manhã e mandam os alunos de volta pra casa, por que não têm merenda escolar. A própria falta de confecção da merenda, infelizmente, é também uma forma de economizar energia.
Vereadores da oposição e até da situação afirmam que a maioria das escolas da zona rural ainda não funcionaram a contento neste ano. Tudo isso levou à economia de energia que fez a secretária de Educação, Suely Almeida, receber o prêmio em São Paulo.

FONTE: http://maranhaonews.com/cidades/noticias-de-timon/105-noticias-de-timon/1076-timon-recebe-premio-por-economizar-energia-na-educacao.html


CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br