13/01/2011 12:00 am

SUZANO PRETENDE CRIAR CONSÓRCIO PARA A FORMAÇÃO DE MÃO-DE-OBRA QUALIFICADA

SUZANO PRETENDE CRIAR CONSÓRCIO PARA A FORMAÇÃO DE MÃO-DE-OBRA QUALIFICADA

Representantes da Suzano Papel e Celulose se reuniram ontem pela manhã com o prefeito Sebastião Madeira para anunciar e pedir o apoio da Prefeitura no sentido de constituir uma espécie de consórcio com o objetivo de gerar e qualificar mão-de-obra para fazer frente às atividades da empresa, seja na fase de construção da planta industrial ou quando a mesma estiver em funcionamento.

A estimativa é de que sejam qualificadas pelo menos sete mil pessoas de Imperatriz e cidades vizinhas.

Carlos Alberto Griner, diretor de recursos humanos da empresa, que estava acompanhado de Fernando Bilia, gerente executivo, e de Ilques Sandes Melo, da área de recursos humanos, esclareceu de imediato que isso não significa que a empresa vai contratar essas sete mil pessoas, mas uma maneira de compartilhar a mão de obra que será usada pelas várias empresas que certamente prestarão serviço nas fases de execução do projetoSuzano em Imperatriz.

A intenção da Suzano é formar o consórcio com diversos parceiros e com eles dividir a responsabilidade de formar a mão-de-obra especializada.

O entendimento é de que com essa força de trabalho não haja a necessidade de importar mão-de-obra de outras regiões do país. “Essa medida é socialmente melhor e ajuda a abrir caminhos”, destacou Carlos Alberto Griner, ressaltando que hoje não basta só ter vontade e motivação, mas qualificação”.

Para a construção desse projeto, Alberto Griner disse que é necessário o peso institucional da Prefeitura, que desde o princípio tem hipotecado total apoio para que a empresa viesse a se instalar em Imperatriz.

Antes da definição por Imperatriz, havia uma inclinação do grupo para se instalar na vizinha Porto Franco. Por mais de uma vez, uma delas no escritório de São Paulo, o prefeito Madeira se reuniu com a direção da empresa, que acabou optando por estabelecer no município de Imperatriz.

No encontro, o prefeito Madeira reiterou o compromisso de continuar a contribuir para que a Suzano se consolide em Imperatriz. Madeira, que estava acompanhado do procurador-geral do município, Gilson Ramalho, do secretário de Planejamento Urbano, Enéas Rocha, e do secretário de Educação, Zesiel Ribeiro, disse ainda que o município continua aberto para as empresas que quiserem investir na cidade e que para isso sancionou, no final do ano passado, a lei especial voltada para o desenvolvimento econômico de Imperatriz.

No consórcio para formação da mão-de-obra que poderá ser usada pela Suzano Papel e Celulose, além da Prefeitura, estarão a Associação Comercial, empresas de engenharia e de construção civil e ainda o Senac e o Senai.

A construção da unidade de produção de celulose do Grupo Suzano, nessa região do Maranhão, deve ser iniciada em março, com previsão de entrar em operação em 2013. O projeto da fábrica é orçado em aproximadamente R$ 3 bilhões, com capacidade de produção da ordem de 1,3 milhão de toneladas por ano, podendo alcançar 1,5 milhão de toneladas/ano. A estimativa menos otimista é de que a obra gere cerca de 11 mil empregos, entre diretos e indiretos, durante a fase de construção.

Fonte : O Imparcial

FONTE: http://www.tribunadomaranhao.com.br/noticia/suzano-pretende-criar-consorcio-para-a-formacao-de-mao-de-obra-qualificada-8960.html

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br