12/08/2010 12:00 am

SINPROESEMMA REPUDIA ATRASO DE PAGAMENTO DOS TRABALHADORES CONTRATADOS

SINPROESEMMA REPUDIA ATRASO DE PAGAMENTO DOS TRABALHADORES CONTRATADOS

O presidente do SINPROESEMMA, Júlio Pinheiro, se posicionou   na manhã desta quarta-feira, (11), acerca da crise que envolve a Secretaria de  Estado da Educação (Seduc), e os educadores contratados pelo governo.

Segundo Pinheiro, durante as negociações o governo se comprometeu  equiparar o salário dos contratados o que  até agora não foi cumprido, tendo em vista os trabalhadores ainda não haverem nem mesmo recebido seus vencimentos, por quatro meses consecutivos de trabalho executado nas escolas públicas estaduais.

O presidente lembra que, o concurso público realizado no ano passado, foi insuficiente para suprir a carência e que por este motivo, o estado recorreu deste expediente, contratando de modo irregular, dez mil trabalhadores  – quase um terço do educadores efetivados.

Segundo ele, esta ação impensada repercute diretamente na qualidade da educação maranhense, haja vista o desestímulo dos trabalhadores. “E para piorar”, diz, “o governo acumula por  quatro meses os salários daqueles contratados causando uma série de problemas para todos os envolvidos no processo”.

Júlio Pinheiro esclarece, no entanto que, o SINPROESEMMA vem insistentemente cobrando a regularização dos salários – motivo, segundo ele, de apoio à manifestação espontânea a favor do pagamento urgente, em vários pontos do Maranhão, a exemplo do que ocorreu no início desta semana em frente á sede da Seduc.

“O Sindicato apóia o movimento, e vai cobrar na justiça a regularização imediata do pagamento destes servidores “, disse, inconformado.

FONTE: http://www.sinproesemma.com.br/

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br