3/11/2010 12:00 am

SINFRA COMEMORA MARCAS ATINGIDAS PELO PROGRAMAVIVA INFRAESTRUTURA

SINFRA COMEMORA MARCAS ATINGIDAS PELO PROGRAMAVIVA INFRAESTRUTURA

Faltando dois meses para o fim do ano, a Secretaria de Infraestrutura (Sinfra) já comemora o cumprimento de metas do Programa Viva Infraestrutura, plano de recuperação viária lançado pela governadora Roseana Sarney em julho de 2009.

Com um cronograma de trabalho audacioso, o objetivo do plano era pavimentar e recuperar aproximadamente 1.500 km de estradas maranhense no biênio 2009/2010 – quase três vezes mais do que entre 2002 e 2009. A meta foi ultrapassada.

No total, as obras do Governo do Estado já atingiram exatos 1.637,75 km, sendo 1.359,75 km referentes aos dois primeiros anos do programa e mais 278 km relativos a obras que foram antecipadas do biênio 2010/2011.

São 966,35 km restaurados, com 100% da meta atingida, mais 393,4 km de pavimentação, um índice de aproveitamento de 68% do estabelecido pelo plano.

A Sinfra contabiliza 278 km restaurados antes do que previa o cronograma. São os casos da MA-228, trecho Anapurus/Mata Roma (9 km); MA-034, trecho Cana Brava/Tutóia (45 km); MA-206, trecho BR-316/Carutapera (79 km); e MA-123, trecho BR-010/São Pedro da Água Branca (145 km). Todas deveriam passar por intervenções da Secretaria apenas no biênio 2010/2011, mas os serviços já estão em fase final nesses locais.

“Nem tudo está 100% concluído, é verdade, mas comemoramos a marca porque sabemos que os trechos não finalizados já estão bem adiantados e estarão prontos antes da virada do ano”, garante o secretário de Infraestrutura, Fernando Leal.

De acordo com Leal, o Maranhão tinha uma malha rodoviária sucateada. “Praticamente tudo o que existia de asfalto no estado tinha sido feito há muito tempo e, com o período chuvoso extenso que existe aqui e a falta de conservação, as estradas estavam se deteriorando. Foi pensando em acabar com esse problema que o Programa Viva Infraestrutura foi desenvolvido. E os resultados começam a aparecer”, explicou.

Na avaliação de Leal, o maior mérito do Programa foi conseguir levar asfalto e estradas de melhor qualidade para todas as regiões do Maranhão, independentemente de questões políticas.

“O que se viu nos últimos dois anos foi o Governo do Estado trabalhando em todas as regiões do Maranhão, sem distinções, sem apego a colorações partidárias e o resultado é o trabalho sendo reconhecido pela classe política e, principalmente, pela população, que é quem mais depende dessas estradas”, ressaltou o secretário.

Pesquisa

Outro motivo de orgulho para o secretário de Infraestrutura foi a mais recente pesquisa CNT/Rodovias, realizada pela Confederação Nacional do Transporte em todo o país. De acordo com os dados, divulgados em setembro deste ano, dos 4.272 km de rodovias existentes no Maranhão (entre federais e estaduais), 43,4% foram consideradas em perfeito estado; 35,2% estão desgastadas; 20,3% com trincas ou remendos; e apenas 0,6 % estão totalmente destruídas.

Ainda segundo a avaliação da CNT, 74,9% das estradas maranhenses atingiram os índices regular, bom ou ótimo. Esse número era de apenas 66,6% em maio de 2009. Em contrapartida, as vias classificadas como ruim ou péssima, que eram 33,3% no ano passado, caíram para 25,1%.

Levando-se em consideração apenas as estradas consideradas ruins, o número caiu quase pela metade. Eram 20,3% em 2009 e apenas 12,4% em 2010.

Para o secretário Fernando Leal, os números são o reflexo do esforço do Governo do Estado em recuperar a malha viária maranhense e do comprometimento do Governo Federal, por meio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), com o transporte rodoviário no Brasil.

“São dois os atores principais do processo de recuperação da malha viária que nos alçou a esse patamar: em primeiro lugar o Governo Federal, através do DNIT, que tem priorizado a recuperação das estradas visado à diminuição dos gargalos no escoamento da produção; e, em segundo, o programa Viva Infraestrutura, que já recuperou e pavimentou mais de 1.600 km de estradas em todo o estado e só te
m trazido melhorias para a população maranhense”, ressaltou.

Futuro

Com um cronograma de obras que se estende até 2012, o Programa Viva Infraestrutura deve ser retomado com a partir do segundo trimestre do ano que o período das chuvas estiver em sua fase final.

Se o foco do primeiro biênio foi a recuperação das estradas em piores condições (mais de 50% das obras foram de restauração), o segundo biênio priorizará a pavimentação. A meta é asfaltar 17 estradas, um total de 724,1 km e cumprir o prometido pela governadora Roseana Sarney ainda durante o lançamento do plano: ligar todas as cidades maranhenses a pelo menos um acesso asfaltado até o fim de seu governo.

Dados gerais do Programa (2009/2010)

Restauração – 966,35 km

Pavimentação – 393,40 km

Obras antecipadas de 2011 – 278 km

Total – 1.637,75 km

Detalhes

Restauração (2009/2010)


MA-202 – Estrada da Maioba – 9 km

MA-201 – Forquilha/São José de Ribamar – 19 km

MA-020 – Presidente Vargas/BR-222 – 11,6 km

MA-332 – Matões do Norte/Cantanhede/Pirapemas – 42 km

MA-020 – Vargem Grande/Nina Rodrigues – 10 km

MA-345 – São Bernardo/Pirangi – 76,80

MA-034 – Chapadinha/São Bernardo – 120,30 km

MA-026 – Timbiras/Codó – 25 km

MA-235 – Coroatá/Timbiras – 34 km

MA-122 – Imperatriz/João Lisboa/ Sena Dora La Roque/Amarante – 115 km

MA-280 – Montes Altos/BR-010 – 45 km

MA-256 – BR-226/Eugênio Barros – 9 km

MA-127 – BR-226/Graça Aranha – 9 km

MA-256 – Dom Pedro/Gonçalves Dias – 21 km

MA-020/122 – Independência/Pedreiras – 31 km

MA-122/245 – Trizidela do Vale/Bacabal – 113,65 km

MA-119 – Paulo Ramos/Lago da Pedra – 20 km

MA-345 – Araioses/MA-346 – 24 km

MA-006 – Central do MA/MAS-106 – 50 km

MA-106 – CujupeAlcântara – 47 km

MA-034 – BR-010/Coelho Neto – 85,30 km

MA-326 – Lago Verde/BR-316 – 15 km

MA-313 – Cajapió/São Vicente Férrer – 25 km

Total: 966,35 km

Pavimentação (2009/2010)

MA-132 – Nova Colinas/Fortaleza dos Nogueiras – 19 km

MA-328 – BR-226/Jenipapo dos Vieiras – 20 km

MA-306 – Centro Novo/Maracaçumé – 22 km

MA-302 – Porto Rico/MA-304 – 16 km

MA-303 – Bacuri/Apicum Açu – 26 km

MA-349 – Caxias/Aldeias Altas – 20 km

MA-325 – Urbano Santos/Belágua – 11 km

MA-119 – Vitorino Freire Altamira – 21 km

MA-326 – Lago Verde/Conceição do Lago Açu – 23 km

MA-008 – Paulo Ramos/Marajá do Sena – 20,4 km

MA-020 – Coroatá/Vargem Grande (Lote 02) – 41 km

MA-280 – Montes Altos/Sítio Novo – 47 km

MA-132 – Colinas/Buriti Bravo – 60 km

MA-034 – Duque Bacelar/Buriti – 22 km

Total: 393,40 km

Trechos antecipados

Restauração (2010/2011)


MA-228 – A
napurus/Mata Roma – 9 km

MA-034 – Cana Brava/Tutóia – 45 km

MA-206 – BR-316/Carutapera – 79 km

MA-123 – BR-010/São Pedro da Água Branca – 145 km

Total – 278 km

FONTE: http://www.ma.gov.br/agencia/noticia.php?Id=12544

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br