13/04/2012 12:00 am

Sindicatos italianos protestam contra reforma trabalhista

Sindicatos italianos protestam contra reforma trabalhista

DA ANSA, EM ROMA

As centrais sindicais italianas realizaram nesta sexta-feira uma manifestação em Roma, em defesa dos trabalhadores sem emprego e sem aposentadoria com mais de 50 anos de idade e contra a reforma da previdência.

Na frente da passeata, os manifestantes levavam uma faixa com a seguinte inscrição: “Chega de promessas para quem ficou sem trabalho, renda e aposentadoria”.

O protesto apóia os trabalhadores entre 50 e 65 anos que fizeram acordos para deixarem os postos de trabalho e ficaram sem empregos e sem aposentadoria.

“Se o governo confirmasse nos próximos dias que os desempregados [nestas condições] são 65 mil, então só nos resta pedir demissão do presidente do INPS (Instituto Nacional da Previdência Social). Não vamos deixar os trabalhadores sozinhos”, disse Susanna Camusso, secretária-geral da CGIL (do italiano Confederação Geral Italiana do Trabalho).

O Ministério italiano do Trabalho divulgou ontem o número de desempregados nessas condições, que é de cerca 65 mil pessoas, um valor questionado pelos sindicatos, que acreditam que seja maior.

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1075557-sindicatos-italianos-protestam-contra-reforma-trabalhista.shtml

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br