12/07/2012 12:00 am

Sindicatos espanhóis convocam novos protestos contra austeridade

Sindicatos espanhóis convocam novos protestos contra austeridade

 

Os principais sindicatos espanhóis convocaram para 19 de julho manifestações em todo o país contra o pacote de medidas de austeridade apresentado pelo governo nesta quarta-feira (11). O plano será aplicado por Madri como condição para um empréstimo de 30 bilhões de euros da União Europeia.

“Queremos que os cidadãos se pronunciem sobre os não cumprimentos do PP [Partido Popular, de Mariano Rajoy] e não afastamos a ideia de uma greve geral”, disse o secretário-geral da UGT (União Geral de Trabalhadores), Candido Mendez, citado pela Agência Lusa.

 

O sindicalista alertou para “uma combinação de medidas que provocarão um efeito letal na economia do país”. O líder do CCO (Comissões Operárias), Ignacio Fernandez Toxo, considerou que as medidas provocarão “mais recessão econômica”.

 

Na sexta feira (13), os funcionários públicos realizarão protestos convocados pelas centrais sindicais CCOO, UGT, CSIF – central independente de funcionários públicos, ELA – central do País Basco e CIG – central da Galiza. Nesta quarta-feira (11), mineiros fizeram três marchas em Madri, com grande apoio popular. Por duas vezes, a polícia reprimiu os manifestantes, ferindo 76 pessoas.

 

O plano anunciado por Rajoy visa um corte de 65 bilhões de euros em dois anos e surge na sequência de um pedido de ajuda da UE à banca espanhola no montante de 100 bilhões de euros.

 

Fonte: Opera Mundi

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=188331&id_secao=9

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br