18/08/2010 12:00 am

SIDERÚRGICA DA VALE/CSA É AUTUADA POR POLUIÇÃO NO RIO

SIDERÚRGICA DA VALE/CSA É AUTUADA POR POLUIÇÃO NO RIO

A Companhia Siderúrgica do Atlântico (CSA) foi autuada pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea) por causa da poluição causada por material particulado que se espalhou no arredor da empresa, no bairro de Santa Cruz, Rio de Janeiro. Segundo o Inea, a empresa terá que reduzir a produção do seu alto-forno num prazo de cinco dias. A CSA será multada por crime ambiental e poderá pagar multa entre R$ 800 e R$ 2 milhões.

Também a campanha Justiça nos Trilhos representou ao Ministério Público Estadual do Maranhão uma denúncia parecida, por poluição na cidade de São Luís. Veja em anexo a representação.

 Na última sexta, técnicos do órgão estiveram nos locais atingidos pelas partículas e no interior da empresa. Em nota, o Inea explicou que os técnicos constataram que as partículas “provinham principalmente da operação de basculamento e resfriamento do ferro-gusa, não lingotado, em poços de emergência, após serem produzidos no alto-forno, devido a problemas ocorridos nas máquinas de lingotamento”.

No começo de 2010, a Vale aplicou o equivalente a 965 milhões de euros para elevar sua participação – de 10% para quase 27% – no capital da CSA. Veja aqui aqui outros conflitos criados pela mesma companhia.

Fonte: Portal O Globo, 17.08.10

 

FONTE: http://www.justicanostrilhos.org/nota/505

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br