7/02/2011 12:00 am

SETRES ACOMPANHA DESMOBILIZAÇÃO DE TRABALHADORES DA REFINARIA

SETRES ACOMPANHA DESMOBILIZAÇÃO DE TRABALHADORES DA REFINARIA

A Secretaria de Estado de Trabalho e Economia Solidária (Setres) está acompanhando a desmobilização de trabalhadores da primeira fase das obras da refinaria Premium I da Petrobrás, que será erguida no município de Bacabeira.

A área de 2.100 hectares do projeto está passando pelas obras de terraplanagem, supressão vegetal e montagem do canteiro de obras, que serão realizadas em três fases distintas, condicionadas aos períodos de estiagem de nossa região: segundo semestre de 2010 – que já aconteceu – segundo semestre de 2011 e segundo semestre de 2012. Esse cronograma prevê três janelas de contratação e três janelas de desmobilização, já acertados entre o Consórcio Galvão-Serveng-Fidens, a Petrobrás e a Setres.

Nesta primeira janela, cerca de 200 trabalhadores estão sendo desmobilizados e para monitorar o momento, a Setres está orientando e cadastrando os desmobilizados através do Sistema Nacional de Emprego (Sine).

O cadastramento tem dois objetivos, que são preparar os desmobilizados para o recebimento do seguro-desemprego e mantê-los como profissionais qualificados no banco de currículos do Sine.

De acordo com o secretário de Trabalho, José Antônio Heluy, esses trabalhadores reforçam a mão de obra no estado. “A Construção Civil tem sido o setor da economia que mais gera empregos no Maranhão e ter esses trabalhadores desmobilizados das obras da refinaria é garantia de que temos mão de obra para oferecer aos projetos que estão sendo construídos em nosso Estado”, disse o secretário.

Para a coordenadora de Intermediação de Mão de Obra da Setres, Honorata Azevedo, esse acompanhamento é fundamental na hora da recolocação profissional. “Devido à experiência que eles adquiriram na obra, fica muito mais fácil reencaminhar esses egressos ao mercado de trabalho”.

Workshop

Nos dias 10 e 11 de fevereiro, a Setres vai realizar um Workshop de Orientação Profissional aos trabalhadores desmobilizados das obras da refinaria. Durante o treinamento, os egressos poderão fazer o cadastro de seguro-desemprego e automaticamente se inscrever no Sine, para concorrer às vagas de emprego oferecidas pelo serviço.

“Estamos trabalhando no sentido de garantir que todos os trabalhadores sejam amparados pela política pública de emprego e renda e garantir também que os empregadores maranhenses tenham mão de obra qualificada e com a experiência exigida por eles”, destacou José Antônio.

 

FONTE: http://www.ma.gov.br/agencia/noticia.php?Id=14158

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br