31/03/2011 12:00 am

SES REALIZARÁ MUTIRÃO CONTRA A DENGUE NA CIDADE OLÍMPICA

O Governo do Estado dá início neste sábado (2) ao Mutirão de Ações Emergenciais contra a Dengue, no bairro Cidade Olímpica. Os trabalhos, que já foram realizados no Vinhais, visam eliminar o risco de epidemia de dengue em São Luís em um período de 90 dias, mobilizando a sociedade. Ação semelhante foi realizada nesta quarta-feira (30), em parceria com a Prefeitura de São Luís, na comunidade do São Raimundo.  

O superintendente de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde, Henrique Jorge dos Santos, explicou que a ação do São Raimundo teve como objetivo chamar a atenção da comunidade para as formas de prevenção e sintomas da doença. “É preciso que as pessoas busquem e eliminem dentro de suas casas os locais propícios para a criação do mosquito da dengue”, completou.      

Agentes de endemias e carros de som percorreram as ruas do São Raimundo entregando folder, repassando conhecimento e recolhendo materiais volumosos não utilizáveis. “Este é um mutirão do bota fora. As pessoas foram avisadas antecipadamente para colocar bagulhos não utilizáveis nas portas de sua casa para que pudéssemos estar recolhendo”, explicou o coordenador do Programa de Combate a Dengue de São Luís, Pedro Tavares.      

Ações emergenciais

Coordenado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), os trabalhos de ações emergenciais contra a dengue em São Luís contam com a parceira de homens do Exército, Corpo de Bombeiros e prefeitura de São Luís no reforço aos trabalhos dos agentes municipais de endemias.

Durante a intensificação dos trabalhos nos bairros, cada agente tem a meta de visitar 35 domicílios por dia, além de terrenos baldios, para eliminar possíveis focos e criadouros do mosquito. Também nas primeiras horas da manhã são feitas borrifações nas localidades utilizando 27 carros fumacê, e logo em seguida a visita in loco com as equipes de agentes de saúde.

O sistema de abordagem é simples: com a permissão do morador os soldados do Corpo de Bombeiros e do Exército avaliam as condições do local, enquanto os agentes verificam as condições de armazenagem de água em caixas e reservatórios, e se necessário eles fazem a aplicação da substância “difubenzurom”, um produto que inibe o desenvolvimento de larvas do mosquito evitando que chegue à fase adulta.

Já a orientação sobre prevenção e cuidados em caso de suspeita de dengue é feita tanto pelos soldados quanto pelos agentes, tendo como artifícios a conversa com os próprios moradores e distribuição de folder informativo. As equipes contam ainda com o apoio de 10 carros de som que divulgam mensagens para alertar a população sobre a necessidade da participação de todos no combate à dengue.

Para o desenvolvimento das atividades no bairro do Vinhais e para mais outras nove ações programadas para serem executadas até o dia 25 de maio, o Governo do Estado forneceu todo material necessário para o trabalho de campo, além de bolsas de lona.

Conheça o cronograma de atividades



FONTE: http://www.ma.gov.br/agencia/noticia.php?Id=15330

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br