7/05/2010 12:00 am

SERVIDORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL EM GREVE NO MARANHÃO

SERVIDORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL EM GREVE NO MARANHÃO
* Greve Nacional, iniciada nesta quinta, dia 6 de maio, parou Justiça Federal, Justiça do Trabalho de Primeira Instância e parte do TRT Sede
* Servidores do TRE realizam assembleia para analisar adesão
* Ministério Público da União para a partir do dia 12

Servidores reivindicam Planos de Cargos e Salários e retirada de projeto de lei que congela salários por dez anos

Os servidores do Judiciário Federal iniciaram forte greve que se alastra pelo país desde esta quinta-feira, dia 6. No Amazonas, a paralisação teve início ainda segunda-feira. No Maranhão, a adesão já conta com grande parte dos servidores da Justiça Federal e da Justiça do Trabalho. No TRE, a categoria analisa nesta sexta, em assembleia às 17h, a adesão ao movimento. Eles reivindicam que o Governo Federal não interrompa a tramitação do Projeto de Lei 6613/09, que implementa o Plano de Cargos e Salários da categoria. Semana passada, a Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara retirou o projeto de pauta e deputados admitiram ter sofrido pressão do Governo para não proceder a votação.

Os servidores do MPU enfrentam o mesmo problema. Apesar de votado na referida Comissão, o projeto 6697/09, que prevê o Plano de Cargos do MPU, encontra sérias restrições em sua tramitação. Por isso, em assembleias realizadas pelo Sintrajufe esta semana, eles decidiram apoiar e participar da greve do Judiciário Federal a partir da semana que vem.

Além disso, os servidores reivindicam imediata retirada do PLP 549/09, em tramitação na Câmara, que prevê congelamento de salários do funcionalismo por dez anos.

Além de São Luís, o Sintrajufe já mobiliza suas bases no interior do Estado para adesão à greve que já conta com a participação de mais de dez Estados, com vários outros realizando assembleias nesta sexta, quando devem aderir ao movimento.

FONTE:http://www.sintrajufema.org.br/site/noticias.php?id=603

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br