15/12/2010 12:00 am

SENAD DIVULGA PESQUISA SOBRE NOVAS TENDÊNCIAS NO USO DE DROGAS ENTRE ALUNOS DO ENSINO MÉDIO E FUNDAM

SENAD DIVULGA PESQUISA SOBRE NOVAS TENDÊNCIAS NO USO DE DROGAS ENTRE ALUNOS DO ENSINO MÉDIO E FUNDAMENTAL

A Secretaria Nacional de Políticas Sobre Drogas (Senad) vai divulgar, nesta quinta-feira (16), pesquisa sobre o uso de álcool, tabaco e outras drogas entre estudantes do ensino médio e fundamental em  todas as 27 capitais brasileiras. Estudantes do ensino privado foram incluídos, pela primeira vez, no levantamento, que está em sua sexta edição e vai  ocorrer no Salão Oeste do Palácio do Planalto, a partir das 15h. 

 

Os dados obtidos nesse novo estudo deverão mostrar as novas tendências de consumo. Para isso, a pesquisa comparou fatores de relacionamento familiar e aspectos pessoais, como religião, prática esportiva e trabalho associado ao uso de drogas. 

O levantamento compara também os resultados do uso de drogas entre estudantes do Brasil e de outros países. No estudo anterior, por exemplo, cerca de 19,8% dos estudantes do ensino médio e fundamental já haviam experimentado algum tipo de droga. Nos Estados Unidos, esse percentual era de 39,8%. No Paraguai, era de 5,6% e, na Venezuela, era de 6%. Veja dados das últimas pesquisas, clicando aqui

A pesquisa também vai avaliar a utilização de drogas entre estudantes nas diferentes regiões brasileiras para subsidiar políticas públicas, orientar ações governamentais e não-governamentais.

 

Uso precoce e contravenção 

Os dados da última pesquisa, divulgada em 2004, apontaram para o início do uso precoce de substâncias psicoativas, lícitas ou ilícitas. O fato mostrou que a legislação não estava sendo cumprida, segundo afirma Paulo Roberto Yog Uchôa, ex-secretário da Senad.

Na época, Uchôa relembra os artigos 81 e 243 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que proíbem a venda à criança ou ao adolescente de bebidas alcoólicas e de produtos cujos componentes possam causar dependência física ou psíquica. 

“Esses dados alertam para a necessidade de se conhecer a realidade tal qual ela se encontra e, a partir daí, criar políticas e propor ações de fiscalização efetivas que assegurem o cumprimento da legislação, bem como programas de prevenção e tratamento do uso de drogas por meio de articulações intersetoriais e de forma descentralizada com uma visão realista, e não idealizada”, diz Uchôa.

 

Série histórica de pesquisas 

A realização de uma série histórica de pesquisas envolvendo jovens estudantes começou em 1987 e abrangeu levantamento em apenas dez capitais brasileiras. As pesquisas de 1989, 1993 e 1997 seguiram o mesmo modelo. Em 2004, o levantamento começou a abranger a totalidade dos estados brasileiros. Esse novo estudo vem com um diferencial: a inclusão de estudantes do ensino privado.

O VI Levantamento Nacional Sobre o Uso de Álcool, Tabaco e Outras Drogas Entre Estudantes do Ensino Médio e Fundamental, Público e Privado, nas 27 Capitais Brasileiras é realizado em parceria com o Centro Brasileiro de Informações Sobre Drogas Psicotrópicas (Cebrid), instituto vinculado à Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

 

Fonte: 
Portal Brasil

 

FONTE: http://www.brasil.gov.br/noticias/arquivos/2010/12/14/senad-divulga-pesquisa-sobre-novas-tendencias-no-uso-de-drogas-entre-alunos-do-ensino-medio-e-fundamental

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br