6/11/2012 12:00 am

Seminário em Goiás discute juventude e contemporaneidade

Seminário em Goiás discute juventude e contemporaneidade

 

Na quinta (8) e sexta-feira (9), a Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Federal de Goiás (UFG), em Goiânia (GO), recebe estudantes, pesquisadores/as e representantes de organizações sociais para o Seminário Internacional Juventudes na Contemporaneidade. A atividade tem o objetivo de servir de espaço para troca de experiências e pesquisas sobre a realidade das juventudes do Brasil.

cartaz divulgação

 

A ideia é que o Seminário reflita sobre os/as jovens no contexto da sociedade atual. Para isso, o objetivo é reunir profissionais que trabalham com jovens, além de pesquisadores/as, estudantes e representantes de entidades que atuam com a juventude a fim de trocar experiências e pesquisas sobre o assunto.

 

O seminário também pretende ser um espaço de articulação dos/as participantes visando à produção do conhecimento de pesquisadores/as e estudantes. Além disso, a intenção é que, após o evento, seja publicada uma coletânea com as principais pesquisas apresentadas na ocasião.

 

Programação

 

Durante dois dias, os/as participantes do Seminário Internacional Juventudes na Contemporaneidade têm a oportunidade de apresentar pesquisas, integrar grupos de trabalhos (GT) sobre temas diversos e participar de conferências.

 

O evento começa às 8h da quinta-feira (8), com atividade lúdica e abertura. Em seguida, o professor José Machado Pais, do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, ministra a conferência: “Culturas juvenis no mundo contemporâneo”.

 

As atividades seguem no turno da tarde com a mesa-redonda: “Protagonismo juvenil e subjetividade”, que contará com um relato de experiência da juventude do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST). O primeiro dia de seminário se encerra com noite cultural.

 

Na manhã do dia seguinte, após atividade lúdica e saudação inicial, ocorre a mesa-redonda: “Políticas Públicas e cidadania”, com a participação de professores de instituições de ensino superior, além de representantes do Conselho Nacional de Juventude (Conjuve) e da Casa da Juventude Pe. Burnier (Caju).

 

A tarde é dedicada às apresentações e aos debates nos sete Grupos de Trabalho: Culturas juvenis e espaços sociais; Juventude, direitos humanos e conflitos; Juventude, educação e escola; Religiosidades juvenis e práticas do simbólico; Juventude, trabalho e emprego; Juventude, participação política e cidadania; e Juventudes, mídia, tecnologias e novas sociabilidades.

 

O segundo e último dia do evento se encerra com apresentações e debates sobre movimento cultural jovem.

 

Mais informações em http://www.cienciassociais.ufg.br/pages/39095

 

Fonte: Adital

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=198253&id_secao=1

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br