7/12/2012 12:00 am

Seminário de Licenciaturas debate sobre a diversidade étnico-racial

Seminário de Licenciaturas debate sobre a diversidade étnico-racial
Durante a mesa-redonda Educação, Formação de Professores e Diversidade, alunos e professores debateram sobre as práticas pedagógicas necessárias para a promoção da igualdade étnico-racial

SÃO LUÍS – O debate sobre a diversidade étnico-racial foi tema da mesa-redondaEducação, Formação de Professores e Diversidade, que fez parte da programação doIII Encontro Nacional das Licenciaturas e do II Seminário Nacional do Pibid, que ocorrem na Universidade Federal do Maranhão (UFMA), entre os dias 5 e 7 de dezembro. Participaram da discussão os professores Carlos Benedito Rodrigues de Silva (NEAB/UFMA), Iolanda de Oliveira (UFF), Lucimar Rosa Dias (UFMG) e Maria do Socorro Pimentel (UFG). Durante o encontro, foram abordados assuntos como o mito da democracia racial brasileira, a lei de diretrizes e bases da educação nacional e as práticas pedagógicas que podem promover a equidade racial na educação escolar. 

Na ocasião, a professora Iolanda de Oliveira apresentou o trabalho A Preparação do Pedagogo e Demais Licenciados para a Educação das Relações Étnico-raciais. A pesquisadora exibiu artigos da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, a Lei 9.394/96, que destaca que o cumprimento da educação enquanto direito social deve primar pelo atendimento à diversidade étnico-racial e por um posicionamento democrático e político de superação do racismo e das desigualdades raciais. 

Os professores da Mesa-redonda destacaram a importância da realização de práticas pedagógicas que estejam comprometidas com a equidade racial e com o respeito à diversidade na educação escolar e em outros espaços educativos. A diversidade, que se faz presente na produção de práticas, saberes e valores, pode ser entendida como a construção histórica, cultural e social das diferenças. Em busca do respeito a essa diversidade, a professora Lucimar Rosa Dias sugeriu que os desafios para a promoção da equidade racial no meio escolar estejam enquadrados em três dimensões: a ética inerente e presente no ato de educar, a institucionalização de uma ação curricular que promova a igualdade racial e as práticas pedagógicas. 

Durante o encontro, fez-se necessário falar sobre o mito da democracia racial brasileira, que propaga a ideia de uma eficaz integração de todos os grupos étnico-raciais da população. Para a professora Lucimar, esse é um discurso que oculta as desigualdades e permanece atuante. Ela acrescentou que, para que haja a promoção da equidade étnico-racial durante o processo de formação do cidadão, é preciso romper com as manifestações que corroboram o racismo institucional e estrutural brasileiro, além de estabelecer objetivos e indicadores que possibilitem a constante avaliação das práticas de diversidade no ambiente educativo. 

O encerramento do III Encontro Nacional das Licenciaturas e do II Seminário Nacional do PIBID acontece hoje, a partir das 17h, no Auditório do Centro Pedagógico Paulo Freire. 

Revisão: Carol Veloso

Lugar: Cidade Universitária
Fonte: Jessica Wernz

http://www.ufma.br/noticias/noticias.php?cod=41036

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br