27/01/2011 12:00 am

SÃO PAULO (SP): TRABALHADOR COM POUCO ESTUDO TEM REAJUSTE MAIOR

SÃO PAULO (SP): TRABALHADOR COM POUCO ESTUDO TEM REAJUSTE MAIOR

O salário médio dos trabalhadores analfabetos aumentou 34,7% no período entre 2004 e 2010. Segundo o jornal Agora SP; para quem tem o ensino médio incompleto, o reajuste foi de 18,2%. Já a remuneração de quem possui ensino superior completo aumentou 7,6% no mesmo período, segundo pesquisa da MCM Consultores Associados, com base no Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego).

De modo geral, segundo a análise, os maiores aumentos salariais ocorreram nas faixas de trabalhadores com menos qualificação. Esse quadro se justifica pelo reajuste do salário mínimo no período (51%). Além disso, a falta de mão de obra qualificada, confirmada por grande parte dos empresários, também contribuiu para o aumento no rendimento desses trabalhadores.

Todos os setores (exceto a administração pública) passaram a contratar –de maneira significativa– empregados com ensino fundamental, ou seja, menos qualificados.

Na construção civil, por exemplo, o número de empregados com pouca qualificação dobrou em 2010 em relação à média de contratação dos dois anos anteriores.

Segundo a pesquisa, o percentual de contratações de trabalhadores com ensino médio completo foi de 81,4% em 2009. No ano seguinte, porém, profissionais com esse perfil ficaram com 53,8% das oportunidades criadas.

 

FONTE: http://www.fsindical.org.br/portal/conteudo.php?id_con=10776

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br