17/02/2011 12:00 am

SÃO LUÍS ESTÁ NO PAC MOBILIDADE, QUE PREVÊ INVESTIMENTOS DE R$430 MI

SÃO LUÍS ESTÁ NO PAC MOBILIDADE, QUE PREVÊ INVESTIMENTOS DE R$430 MI 

São Luís está contemplada no PAC Mobilidade que prevê investimentos de até R$ 430 milhões desde que existam projetos.

Carolina Mello 

São Luís está entre as 24 cidades brasileiras que poderão participar do PAC Mobilidade Grandes Cidades. O programa do governo federal é voltado para ampliação e melhorias na infraestrutura do transporte público em municípios com mais de 700 mil habitantes. Foram destinados R$ 18 bilhões – R$ 6 bilhões de investimento direto da União e R$12 bilhões por meio de financiamento – para execução das obras. O processo de seleção de projetos abriu ontem. A Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (SECID) informou que está realizando estudos para melhorar o acesso do transporte público, e torná-lo sustentável.Serão selecionados projetos para implantação e melhorias da infraestrutura de transporte público, bem como aquisição de equipamentos voltados para integração, controle e modernização dos sistemas. Os projetos podem incluir sistemas de transporte sobre pneus, como corredores de ônibus exclusivos e de Veículos Leves sobre Pneus (VLP/BRT), e também sistemas sobre trilhos, como trens urbanos, metrôs e Veículos Leves sobre Trilhos (VLT). Os municípios do PAC Mobilidade foram divididos em três grupos. São Luís é do segundo grupo, o MOB 2, para o qual foi destinado o limite de R$ 430 milhões de investimento em obras. O MOB 2 inclui cidades com população entre um e três milhões de habitantes, e corresponde a 4% da população do país. Nesse grupo também estão mais cinco cidades: Manaus, Belém, Goiânia, Guarulhos, Campinas. O MOB 1 é formado por capitais de regiões metropolitanas com mais de três milhões de habitantes e corresponde a 31% da população brasileira. As nove cidades desse grupo são: Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Brasília, Recife, Fortaleza, Salvador e Curitiba. Para este grupo, foram destinados R$ 2,4 bilhões.O MOB 3 é voltado para cidades de 700 mil a um milhão de habitantes e também corresponde a 4% da população brasileira. Fazem parte: Maceió, Teresina. Natal, Campo Grande, João Pessoa, São Gonçalo, Duque de Caxias, Nova Iguaçu e São Bernardo do Campo. Para este grupo são R$ 280 milhões em investimento. Segundo o governo federal, o PAC Mobilidade deverá beneficiar diretamente 39% da população do país que vive em suas regiões metropolitanas.Seleção

Os projetos devem ser apresentados pelos estados e/ou municípios seguindo critérios pré-estabelecidos. São eles: garantia de sustentabilidade operacional dos sistemas, compatibilidade entre a demanda e os modais propostos, e adequação às normas de acessibilidade. Além desses critérios, serão priorizados projetos que beneficiem áreas com população de baixa renda, que já contem com projeto básico pronto e que tenham situação fundiária regularizada. A partir do próximo dia 21 de fevereiro as inscrições poderão ser feitas no site do Ministério das Cidades. O sítio eletrônico do Ministério das Cidades também disponibilizará de estrutura de atendimento de dúvidas dos prefeitos sobre o PAC, a partir do dia 21.

 

FONTE: http://www.oimparcialonline.com.br/noticias.php?id=72638

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br