3/02/2011 12:00 am

SAIBA MAIS-COMÉRCIO BILATERAL GERA TENSÕES ENTRE BRASIL E CHINA

SAIBA MAIS-COMÉRCIO BILATERAL GERA TENSÕES ENTRE BRASIL E CHINA

Reuters

BRASÍLIA (Reuters) – O comércio bilateral entre Brasil e China vem ganhando força e trouxe muitos benefícios às duas economias, mas também causou crescentes pressões sobre o setor manufatureiro para competir com as importações chinesas.

Abaixo estão alguns fatos sobre o comércio entre os dois mercados emergentes:

* Mais de três quartos das exportações do Brasil à China são de apenas três commodities –minério de ferro, soja e petróleo bruto. No total, as matérias primas formam 84 por cento do total de exportações do Brasil em 2010, ante 79 por cento no ano anterior.

* Já as importações chinesas no Brasil são uma lista diversificada de produtos manufaturados de alto padrão: os três principais foram televisões, telas LCD e telefones. Esse tipo de produto forma 98 por cento das importações chinesas no Brasil.

* Parte dos problemas comerciais do Brasil podem ser atribuídos à recente alta do real. No entanto, o valor da moeda ante o iuan chinês mudou pouco nos últimos 12 meses.

* Dos 140 casos de anti-dumping abertos pelo Brasil nos primeiros 9 meses de 2010, mais de um terço foram contra a China. O novo governo da presidente Dilma Rousseff prometeu elevar o número de casos do tipo contra a China.

* O Brasil perdeu sua participação de mercado para a China entre seus principais parceiros comerciais, como a Argentina. O país foi responsável por 31,6 por cento das importações da Argentina em 2010, ante 35,8 por cento em 2005. Já a fatia da China quase triplicou no mesmo período, para 12,7 por cento.

FONTES: Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e Confederação Nacional da Indústria

(Reportagem de Brian Winter)

 

FONTE: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2011/02/saiba-mais-comercio-bilateral-gera-tensoes-entre-brasil-e-china.html

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br