5/10/2011 12:00 am

Rússia quer editar versão euroasiática da União Europeia

O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, propôs nesta terça-feira a criação de uma “União Euroasiática”, compostas por algumas das nações que faziam parte da ex-União Soviética. A ideia foi publicada em artigo na edição desta terça-feira do jornal Izvestia (Notícias, orgão do governo russo).

“Concebemos uma meta mais ambiciosa para passar a um nível de integração novo e mais elevado: a União Euroasiática, que será baseada na experiência da União Europeia e outras coalizões regionais”, escreve.

No texto, o premiê afirma que o bloco poderia se tornar um forte competidor global com influência sobre os Estados Unidos, União Europeia e Asia.

Putin negou que esteja tentando reeditar uma “reencarnação” da ex-União Soviética, cujo fim ele classificou como “a maior catástrofe geopolítica do século 20”. Sua proposta reside em uma associação de países que têm sido alvo de ataques do imperialismo, baseada em um sistema econômico capitalista.

“A ideia não é recriar a União Soviética de forma alguma”, disse Putin. “Seria ingênuo tentar restaurar ou copiar algo que pertence ao passado, mas uma integração baseada em novos valores econômicos e políticos é uma demanda dos tempos atuais”.

No artigo, o premiê russo disse que a nova aliança deveria emergir como um dos polos do mundo moderno, servindo como uma ligação eficiente entre a Europa e os países da dinâmica região da Ásia e do Pacífico.

Há alguns anos a Rússia busca uma cooperação com os antigos parceiros soviéticos. Em 2009, o país formou com Belarus e Cazaquistão uma aliança alfandegária. Esses três países também vão introduzir regulações de mercado unificadas a partir de 1º de janeiro. Putin informou que o Quirguistão e o Tadjiquistão também devem entrar no grupo.

Com agências

 

FONTE: http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=165569&id_secao=9

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br