28/10/2010 12:00 am

RÚSSIA EXIGE QUE EUA INVESTIGUEM DENÚNCIAS DO WIKILEAKS

RÚSSIA EXIGE QUE EUA INVESTIGUEM DENÚNCIAS DO WIKILEAKS

DA FRANCE PRESSE, EM MOSCOU

A Chancelaria russa instou nesta quinta-feira os Estados Unidos a efetuarem uma “investigação minuciosa” das denúncias de abusos, torturas e crimes de guerra supostamente cometidos no Iraque, feitas pelo site WikiLeaks ainda na semana passada.

“Obviamente é necessário um estudo detalhado a respeito dos testemunhos sobre assassinatos de civis inocentes, torturas e abusos contra prisioneiros, atos dos quais o comando militar norte-americano era consciente, de acordo com a imprensa”, indicou a Chancelaria em comunicado.

Para o governo russo as denúncias do site são graves e não podem ser ignoradas.

“As autoridades dos Estados Unidos têm a obrigação de conduzir uma investigação minuciosa, independente e transparente sobre todas as informações publicadas pela imprensa”, acrescenta a nota oficial da diplomacia russa.

Os cerca de 400 mil documentos publicados no sábado no site WikiLeaks revelam que os chefes militares americanos fizeram vista grossa diante das torturas e dos maus-tratos a prisioneiros iraquianos pelas forças de segurança durante a ocupação no Iraque.

Os documentos mostram também que centenas de civis inocentes foram mortos por militares americanos perto dos postos de controle depois da invasão do país em 2003.

Além disso, revelaram que os americanos possuíam um registro detalhado sobre as mortes de civis, o que o Pentágono havia negado publicamente.

O Wikileaks cifrou em 109 mil o número total de mortos no Iraque, dos quais 66.081 seriam civis.

FONTE: http://www1.folha.uol.com.br/mundo/821541-russia-exige-que-eua-investiguem-denuncias-do-wikileaks.shtml


CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br