20/12/2010 12:00 am

RÚSSIA CONSIDERA SITUAÇÃO "MUITO QUENTE" E LAMENTA POSIÇÃO DA ONU

RÚSSIA CONSIDERA SITUAÇÃO “MUITO QUENTE” E LAMENTA POSIÇÃO DA ONU

O ministro russo dos Negócios Estrangeiros, Serguei Lavrov, considerou hoje que a situação na Península da Coreia está “muito quente” e lamentou o facto de o Conselho de Segurança da ONU não ter aprovado uma declaração sobre a situação.

O comentário foi feito na sequência dos exercícios com fogo real realizados hoje pela Coreia do Sul e considerados pela Coreia do Norte como “uma provocação”.

Os exercícios decorreram na ilha Yeongpyong, palco do mais violento duelo de artilharia entre as duas Coreias em quase sessenta anos, que causou, no passado dia 23, quatro mortos do lado sul-coreano, dois dos quais civis.

“O tiroteio terminou e, por enquanto, não temos mais nenhuma informação”, disse o ministro aos jornalistas.

“Nesta situação não pode haver otimismo. Por isso propusemos a convocação urgente do Conselho de Segurança para, sem condenar ninguém, enviar um sinal de contenção. A situação está muito quente”, acrescentou.

 

FONTE: http://dn.sapo.pt/inicio/globo/Interior.aspx?content_id=1739251&seccao=%C1sia

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br