28/09/2012 12:00 am

Reitor da Uespi e governador descontam salários dos docentes em greve; envie moção

Reitor da Uespi e governador descontam salários dos docentes em greve; envie moção

Os professores da UESPI (Universidade Estadual do Piauí) enfrentam  o autoritarismo governador Wilson Martins (PSB) que no dia 26  descontou o salário da categoria.  Houve casos de redução  de até 90% na folha de pagamento. Esses profissionais, desde o 13 de agosto, protagonizam uma das mais fortes greves da categoria.

 

Através da greve, professores e estudantes vêm denunciando as insuportáveis condições de trabalho e de ensino em que se encontra a UESPI e  sucateamento da instituição. Faltam  laboratórios estruturados, o acervo das bibliotecas é precário e desatualizado, faltam residências e restaurantes universitários, além das péssimas condições salariais e de estrutura física.

 

A CSP-Conlutas repudia a truculência do governador Wilson Martins e   se solidariza com os professores da UESPI pela coragem e determinação na luta em defesa de uma educação pública, gratuita e de qualidade.

 

Veja, abaixo, moção de solidariedade à greve envia pela Central:

 

À todas as entidades e movimentos da CSP-Conlutas Central Sindical e Popular,

 

Pedimos que todas(os) enviem moções de solidariedade à greve dos docentes da  UESPI.

 

Os endereços para envio são:

 

ADCESP – Seção Sindical do ANDES-SN na UESPI

 

adcesp@gmail.com

 

Reitor:

 

carlosalberto@uespi.com

calberto.uespi@uespi.com

 

Secretário de Administração:

 

pauloivan.santos@gmail.com

sead@sead.pi.gov.br

 

Governo do Estado:

 

governador@pi.gov.br

 

Universidade Estadual do Piauí:

 

uespi@uespi.com

 

Modelo de moção:

 

 

Todo apoio à greve dos docentes da UESPI

 

 

Em greve desde 13/08, por recomposição salarial, melhores condições de trabalho, contratação imediata dos aprovados no último concurso público e outras reivindicações, os professores da Universidade Estadual do Piauí – UESPI foram surpreendidos na manhã  do último dia 26/09 com o anúncio do corte dos salários.

 

 

Esta é mais uma atitude antissindical do governador do Piauí e do reitor da UESPI contra o movimento dos professores que apenas estão exercendo o seu direito de greve garantido na constituição. Isso mostra mais uma ação truculenta, persecutória e autoritária do reitor e do governador que, ao invés de negociar com o movimento, recorre ao judiciário para solicitar a ilegalidade da greve, assedia e persegue professores na tentativa de intimidá-los, forçá-los a retornar ao trabalho e enfraquecer o movimento grevista.

 

 

Nós, que assinamos esta moção, expressamos nosso irrestrito apoio e solidariedade aos professores em greve, bem como às suas reivindicações e repudiamos as atitudes antissindicais do reitor da UESPI e do governador do estado do Piauí. Nos somamos a exigencia de suspensão imediata de toda e qualquer medida arbitrária tomada até agora e que seja aberto imediatamente o processo de negociação objetivando o atendimento das justas reivindicações dos trabalhadores

http://cspconlutas.org.br/2012/09/todo-apoio-a-greve-dos-docentes-da-uespi/

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br