28/06/2010 12:00 am

PROTESTOS MARCAM REUNIÃO DO G20 NO CANADÁ

PROTESTOS MARCAM REUNIÃO DO G20 NO CANADÁ
O encontro do Grupo das 20 maiores potências mundiais (G-20) que aconteceu neste final de semana (sábado e domingo) em Toronto, no Canadá, foi marcado por protestos.
O G20 despertou a oposição de diversos setores que discordam da política imperialista, imposta pelos EUA, e que também são contrários às medidas econômicas que afetam, principalmente, os trabalhadores.

Calcula-se que no sábado (26) cerca de 10 mil pessoas tenham participado das manifestações em Toronto. A polícia local anunciou que aproximadamente 600 ativistas haviam sido presos durante os protestos.

De acordo com porta-vozes da polícia, os detidos se envolveram em “incidentes violentos” durante as manifestações. As autoridades não informaram que acusações pesam contra os ativistas ou quanto tempo eles ficarão presos.

Os protestos começaram com uma marcha pacífica – organizada por sindicatos. Durante o ato, jovens incendiaram quatro carro de polícia e danificaram lojas e bancos.

No domingo (27) os confrontos mais violentos aconteceram nas proximidades do prédio utilizado para deter as pessoas presas no dia anterior. A polícia dispersou os manifestantes com gás lacrimogêneo.

Grupos contrários ao G20 realizaram manifestações durante toda a semana passada, antes mesmo do encontro, que aconteceu depois de uma pequena cúpula do G8 (composto pelos países mais industrializados do mundo) em um resort na cidade de Huntsville, em Ontário.

O Canadá gastou mais de 970 milhões de dólares em segurança para ambos os encontros.

Da Redação, com agências internacionais.

FONTE: http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_secao=9&id_noticia=132261

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br