15/04/2011 12:00 am

PROMOTORIA ITINERANTE REALIZA 114 ATENDIMENTOS NA VILA NOVA

Dando continuidade ao trabalho junto às comunidades, o Minitério Público do Maranhão realizou na última quarta-feira, 13, a audiência pública de encerramento da instalação da 22ª Promotoria Itinerante de São Luís na área Itaqui-Bacanga. Durante os três meses de permanência da Unidade Móvel no bairro da Vila Nova foram registrados 114 atendimentos. A próxima instalação da Promotoria Itinerante será na comunidade rural da Vila Esperança, no próximo dia 27 de abril.

A missão dos promotores de Justiça e o atendimento prioritário às demandas sociais foram enfatizadas pelo diretor-geral da Procuradoria Geral de Justiça, promotor de Justiça Pedro Lino, que durante a solenidade representou a procuradora-geral de Justiça, Maria de Fátima Rodrigues Travassos Cordeiro.

“A importância da missão do promotor de Justiça é respaldada na própria necessidade do serviço em prol da busca de soluções para os problemas sociais e de todas as necessidades dos cidadãos. A Promotoria Itinerante está de parabéns por ir de encontro a essas demandas e fazer do Ministério Público um órgão cada vez mais resolutivo”, enfatizou o promotor de Justiça Pedro Lino.

O titular da 22ª Promotoria Itinerante de São Luís, promotor de Justiça Vicente de Paulo Silva Martins, apresentou um relatório dos casos solucionados por meio da mediação e enfatizou o comprometimento das lideranças das comunidades da área Itaqui-Bacanga.

“Desde a criação da Promotoria Itinerante já atendemos, em diversas comunidades, 2051 casos. Mais uma vez encerramos uma itinerância e mais uma vez fico satisfeito por termos conseguido resolver diversos problemas individuais e também de interesse coletivo durante nossa permanência na Vila Nova. Vamos fazer cumprir todos os acordos pré-estabelecidos aqui com os órgãos públicos ainda que tenhamos que judicializar algumas ações. O importante é que o cidadão busque seus direitos e que os tenha em plenitude”, afirmou o promotor Vicente de Paulo Silva Martins.

Além dos moradores da Vila Nova, as comunidades da Vila Ariri, do Fumacê, das Vilas Mauro Fecury I e II, do Alto da Esperança, do São Raimundo, do São Mateus e do Anjo da Guarda também foram contemplandas com o atendimento da equipe da Promotoria Itinerante que buscando a resolutividade atuou de forma incansável para atender às necessidade emergenciais da população.

Algumas conquistas foram comemoradas pelas comunidades, tais como: a aquisição de novos ônibus para o transporte coletivo na área Itaqui Bacanga, a permanência do trailler da Polícia Militar no Anjo da Guarda e o asfaltamento de algumas ruas. “Os problemas que não foram solucionados durante os três meses não serão abandonados, mesmo saindo da Vila Nova rumo à comunidade da Vila Esperança, a Promotoria Itinerante vai fazer o acompanhamento de cada caso desta área e vai buscar soluções, ainda que seja via Judiciário”, ressaltou o promotor Vicente de Paulo Silva Martins.

Entre os problemas mais evidenciados no relatório e que tiveram um acompanhamento especial da Promotoria Itinerante, destacam-se: casos de desrespeito ao direito do consumidor; falta de abastecimento d’água regular, falta de infraestrutura nas ruas e avenidas dos bairros; número insuficiente de vagas em escolas públicas, negligência na segurança pública e inadequações dos serviços públicos na área da saúde, entre tantos.

“Perceber que o Ministério Público não é um órgão distante do povo foi uma das mais felizes constatações da nossa comunidade. No dia-a-dia junto com a promotoria Itinerante descobrimos que a luta pelos nossos direitos não é sem sentido. Não resolvemos todos os nossos problemas, mas sabemos que a partir de agora não estamos abandonados”, constatou o presidente da União dos Moradores da Vila Nova, Deusdeth Pinheiro Câmara.
(Ascom/MP)

 

FONTE: http://www.jornalpequeno.com.br/2011/4/14/promotoria-itinerante-realiza-114-atendimentos-na-vila-nova-152436.htm

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br