18/10/2010 12:00 am

PROJETO MUNDIAL DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO SERVIÇO DA POLÍCIA CIVIL INICIA 4ª EDIÇÃO NO BRASIL

PROJETO MUNDIAL DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO SERVIÇO DA POLÍCIA CIVIL INICIA 4ª EDIÇÃO NO BRASIL

Alana Gandra
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro – A Semana de Visitas a Delegacias de Polícia, projeto mundial coordenado pela organização não governamental (ONG) Altus, da Holanda, inicia amanhã (19), sua quarta edição no Rio de Janeiro, com o objetivo de levar cidadãos comuns, de perfis diferenciados, a avaliar a qualidade do atendimento prestado ao público por essas unidades.

O programa é desenvolvido em 20 países. No Brasil, ele ocorre em delegacias de nove capitais, incluindo o Rio de Janeiro, totalizando 189 delegacias a serem visitadas. Em cada cidade, são visitadas 21 delegacias.

Nos países onde desenvolve o trabalho, a Altus escolhe parceiros entre os centros de pesquisa universitários ou pertencentes a ONGs que se dedicam a temas como políticas públicas de segurança, direitos humanos, valorização do trabalho policial, criminalidade, entre outros.

No Rio de Janeiro, o parceiro da Altus é o Centro de Estudos de Segurança e Cidadania da Universidade Candido Mendes (Cesec/Ucam).

Segundo uma das coordenadoras nacionais do programa, Klarissa Almeida Silva, os resultados em nível mundial serão computados em fevereiro ou março de 2011. Depois, em abril e maio, serão realizados seminários em cada capital visitada, do qual participarão representantes da Polícia Civil, principalmente os delegados cujas delegacias foram incluídas no programa. Na ocasião, os resultados do levantamento serão entregues aos gestores.

Klarissa explicou que a ONG vai “identificar as três melhores delegacias avaliadas do Brasil, em cada capital e, depois, de todo o mundo”. Nas duas últimas edições do programa, a 23ª DP, localizada no Méier, zona norte carioca, foi eleita a melhor delegacia do país. Já a 15ª DP, instalada na Gávea, zona sul da cidade, conquistou, no ano passado, o título de melhor unidade do Rio de Janeiro.

A primeira edição do projeto ocorreu em 2006. Por falta de recursos, o projeto deixou de ocorrer em 2008, sendo retomado no ano seguinte.

Edição: Lana Cristina

FONTE: http://agenciabrasil.ebc.com.br/web/ebc-agencia-brasil/enviorss/-/journal_content/56/19523/1081588

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br