8/11/2010 12:00 am

PROGRAMA DE ALFABETIZAÇÃO É PRIORIDADE DURANTE SEMINÁRIO

PROGRAMA DE ALFABETIZAÇÃO É PRIORIDADE DURANTE SEMINÁRIO

O secretário de Estado da Educação, Anselmo Raposo, participou na manhã desta quinta-feira (04), do Seminário do Instituto Alfa e Beto, no qual ratificou o compromisso de continuidade do convênio com o programa de Alfabetização, por parte do governo do Estado.

Segundo o secretário, projetos como esse devem ser prioridade e não podem ser interrompidos porque elevam os índices educacionais nos municípios. “Temos o compromisso de dar continuidade ao Alfa e Beto, e essa certeza é fruto dos bons índices educacionais adquiridos pelos municípios através das estratégias do programa”.

O anúncio feito pelo secretário de Educação foi recebido com grande euforia pelos 59 gestores de educação dos municípios maranhenses, que fizeram adesão ao programa e estão melhorando seus índices educacionais a cada ano.

De acordo com os secretários de Educação dos Municípios, a continuidade do programa será determinante para que municípios possam dar um grande salto nos índices educacionais a partir da Alfabetização.

Todos os municípios e os que desejam aderir ao programa devem cumprir as metas de ensino a serem atingidas pelos alunos, escolas e redes de ensino, baseadas na proposta pedagógica de recomendações da Ciência Cognitiva da Leitura e na análise das práticas dos países mais avançados, que também se utilizam do sistema alfabético da escrita.

Para o presidente do Instituto Alfa e Beto, João Batista Oliveira, esse modelo de alfabetização é oportuno, pois possibilita uma nova visão em relação à educação e projeta a necessidade de estudo do material por parte do professor, o que acaba sendo uma forma de capacitação do profissional do magistério. 

“O programa nasceu de um amplo estudo de modelos de educação de países mais avançados, o que nos possibilitou fazer uma adaptação à nossa realidade. É nessa perspectiva que os secretários municipais estão trabalhando, mostrando que assimilaram em pouco tempo, a proposta pedagógica do Alfa e Beto de Alfabetização”, comentou.

No período do convênio com o governo do Estado, o Programa Alfa e Beto foi objeto de duas avaliações externas realizadas pela Fundação Cesgranrio e pela Universidade Federal de Juiz de Fora, respectivamente. Nas duas avaliações foi o programa que obteve melhores resultados.

Data06/11/2010
FonteAscom/Seduc

FONTE: http://www.educacao.ma.gov.br/ExibirNoticia.aspx?id=3396

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br