27/11/2012 12:00 am

Professores exigem na justiça extensão de projeto a aposentados

Professores exigem na justiça extensão de projeto a aposentados

 

Em assembleia realizada na manhã desta terça-feira (27), em Salvador (BA), os professores da rede estadual de ensino discutiram a aprovação, na noite de segunda-feira (26), do projeto de lei enviado pelo governo à Assembleia Legislativa da Bahia. O projeto não contempla aposentados e pensionistas, motivo pelo qual a categoria decidiu entrar com ação na justiça para garantir a inclusão desses.

O texto prevê a progressão de carreira do magistério e reajuste de 14% para a categoria. São 7% em novembro de 2012 e 7% em março de 2013. A matéria aprovada também prevê a revogação da lei sancionada em novembro de 2011 que dava ganho real de 3% em 2013 e 4% em 2014.

 

De acordo com a coordenadora da APLB Sindicato e dirigente da CTB Nacional, Marilene Betros, o projeto não contempla aposentados e pensionistas, motivo pelo qual a categoria decidiu entrar com ação na justiça para garantir a inclusão desses. “Hoje reafirmamos nossa posição de rejeição ao projeto. A mobilização continua e une a categoria neste sentimento”, afirmou a dirigente.

 

Insatisfeitos, os professores decidiram por uma nova paralisação, com assembleia, manifestação e passeata no próximo dia 13 de dezembro. A assembleia será às 9 horas, na quadra de esportes do Sindicato dos Bancários.

 

Após a greve de 115 dias, a proposta da APLB-Sindicato de calendário letivo único para 2013 prevaleceu. Assim a matrícula será em fevereiro. Férias de 1° a 31 de março. Início das aulas em 1° de abril. “Nossa preocupação é que os alunos não tenham nenhum prejuízo. Essa é nossa meta principal”, explicou Marilene Betros.

 

Fonte: CTB-BA

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_secao=8&id_noticia=199896

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br