30/08/2010 12:00 am

PROFESSORES DO PARANÁ FAZEM PARALISAÇÃO E ATO POR ESCOLA PÚBLICA

PROFESSORES DO PARANÁ FAZEM PARALISAÇÃO E ATO POR ESCOLA PÚBLICA

Da Redação

Em São Paulo

Professores e funcionários da rede estadual do Paraná fizeram paralisação simbólica nesta segunda-feira (30).  Segundo o sindicato da categoria (APP), a caminhada por Curitiba reuniu 3.000 manifestantes.

As reivindicações do grupo incluem nomeação de professores e funcionários, equiparação salarial (25,97%), melhoria no modelo de atendimento à saúde prestado pelo Estado aos servidores, diminuição do número de alunos por turma e aumento da hora-atividade.

Todos os anos, nesta mesma data, os professores relembram um confronto entre professores e a Polícia Militar.

Procurada pela reportagem, a secretaria estadual de Educação não se manifestou até o fechamento desta nota.

Histórico do 30 de agosto

Segundo a Há 22 anos, no dia 30 de agosto, os professores estaduais foram às ruas numa passeata histórica. Na época, a categoria estava em greve e exigia do governo Álvaro Dias, entre outros itens, o pagamento de um direito que lhes cabia: o piso de três salários mínimos. Na esperança de abrir as negociações com o Executivo, os trabalhadores, e vários membros da comunidade escolar, caminharam até o Centro Cívico.

Ao chegarem ao local, em vez de serem recebidos pelo governo, foram recepcionados pela polícia – inclusive a cavalaria -, que os rechaçou a base de cacetetes, cães e bombas de efeito moral. A repressão deixou dezenas de feridos. Desde então, a data tornou-se o “Dia de Luto e de Luta dos Trabalhadores em Educação Pública”, na qual a categoria vai às ruas cobrar o devido respeito à educação e ao trabalho de professores e funcionários de escola.

FONTE: http://educacao.uol.com.br/ultnot/2010/08/30/professores-do-parana-fazem-paralisacao-e-ato-por-escola-publica.jhtm

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br