30/07/2012 12:00 am

Professores da UFMA devem rejeitar proposta do Ministério da Educação e greve vai continuar

Professores da UFMA devem rejeitar proposta do Ministério da Educação e greve vai continuar

Os professores filiados a Associação dos Professores da UFMA (APRUMA) devem rejeitar na tarde desta segunda-feira, a proposta apresentada pelo Ministério da Educação para por fim a greve dos professores universitários federais. O presidente da seção sindical do Maranhão, Prof. Vilemar Gomes afirmou que “o governo fez apenas o leve ajuste, não leu sequer nossas reivindicações”.

Porém o docente deixou claro que quem decide pela continuidade da greve são os professores, hoje às 15h na sede da APRUMA, que fica na Cidade Universitária (Bacanga-UFMA). Mas como foi apurado, a tendência é que seja aprovada permanência do estado de greve por tempo indeterminado, pois como enfatizou o presidente, “se a primeira proposta não foi aceita, essa segunda que é apenas uma cópia não deve passar pela Assembleia”.

A greve dos professores universitários se arrasta por mais de dois meses, iniciada desde o dia 21 de maio, somente em julho, o Ministro Aloizio Mercandante iniciou as negociações, que até agora não foram bem sucedidas.

A respeito da nova proposta do Ministério da Educação que foi oferecida na última semana, 50 das 59 seções sindicais do país, já disseram que não concordam e vão manter a greve.

Maranhão Hoje – diegoemir@maranhaohoje.com.br

http://www.maranhaohoje.com.br/?p=9347&utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=professores-da-ufma-devem-rejeitar-proposta-do-ministerio-da-educacao-e-greve-vai-continuar

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br