7/06/2010 12:00 am

PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL VOLTAM A PROTESTAR

PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL VOLTAM A PROTESTAR
Cerca de 300 professores da rede municipal de São Luís realizaram na manhã desta segunda-feira (dia 7 de junho) uma manifestação em frente à Câmara Municipal de São Luís para pressionar os vereadores para que apoiem a causa dos educadores. O Sindicato dos Professores Municipais (SindEducação) deverá se reunir, nesta terça-feira (dia 8), com representantes da Secretaria Municipal de Educação (Semed), da Secretaria Municipal de Administração (Semad).

Há a expectativa da presença do prefeito João Castelo (PSDB) com o propósito que seja reaberto o processo de negociação entre prefeitura e educadores que ponha fim à greve da categoria que já dura 13 dias úteis. A reunião ainda não tem horário e nem local definitivos.

De acordo com o integrante do Comando de Greve, Euges Lima, a reunião será intermediada por uma comissão de vereadores da Câmara Municipal. Segundo Euges Lima, os vereadores, por serem representantes da população ludovicense serão de extrema importância na reunião.

“Além de eles serem representantes da população que são os maiores interessados no fim da greve, estão com a mensagem de reajuste salarial de 8%, valor que já rejeitamos. O prefeito quer impor que eles aprovem este aumento, nós não. Tudo está nas mãos deles”, declarou o professor.

O reajuste salarial reivindicado pela categoria é de 27,5%. Esse reajuste seria um repasse da fundação de manutenção e desenvolvimento da educação básica e de valorização dos profissionais da educação (Fundeb) em 2009 de 19,2%, onde foi repassado aos docentes apenas 8%. Já este ano, o percentual aumentou para 15, 94%, mas, outra vez, os educadores receberam os mesmos 8%.

“Nossa reivindicação não é aleatória, nós estamos nos baseando na lei 11.738, onde fala sobre o piso salarial dos professores. Fazendo as contas dessa diferença retirada em 2009 e em 2010, nosso percentual é de 27,5%”, afirmou Euges.

FONTE: http://www.sinproesemma.com.br/2010/6/7/Pagina2419.htm

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br