23/11/2010 12:00 am

PRODUTORES DE MT TENTAM RECUPERAR ÁREAS ATINGIDAS NO PERÍODO DE QUEIMADAS

PRODUTORES DE MT TENTAM RECUPERAR ÁREAS ATINGIDAS NO PERÍODO DE QUEIMADAS

As queimadas durante o período de estiagem em 2010 destruíram propriedade inteiras de produtores rurais em Mato Grosso. Agora, cerca de 2 meses depois dos principais incêndios, os trabalhos se concentram na recuperação das áreas.

 

Veja o site do Globo Rural

 

Mato Grosso teve cerca de 18 mil focos de queimada em setembro deste ano. No mesmo período do ano passado, esse número não passou dos 2 mil.

.

Uma das regiões mais afetadas pelos incêndios foi Peixoto de Azevedo, no norte do estado. Dos 11 assentamentos localizados no município, 9 foram queimados.

 

Nas terras do agricultor Elias Honório de Jesus, do assentamento União do Norte em Peixoto de Azevedo, morreram 7 dos 11 animais e as plantações de maracujá e de abacaxi foram perdidas.

 

“O fogo veio muito rápido e não deu pra livrar nada. Não tinha condições nem se tivesse muito perto. Foi muito violento”, disse outro agricultor na região, Marconi João da Mota.

 

As volta das chuvas mudou a paisagem do assentamento Leão do Norte, em Peixoto de Azevedo. Nos lugares por onde o fogo passou há 2 meses e transformou tudo em cinzas, o verde começa a surgir novamente.

O assentamento passa por um intenso trabalho de reconstrução. “Tem que continuar. O sujeito pagando aluguel não dá. Então, tem que trabalhar para recuperar tudo de novo”, diz Leônidas Xavier dos Santos, que tentou apagar o incêndio em suas terras usando baldes com água. 

Santos e seu filho agora erguem palanques e amarram o arame para cercar os animais que restaram na fazenda. Na época da seca, a família teve de vender a maior parte da criação porque o pasto foi todo queimado. 

Já o sítio do agricultor Elias Honório de Jesus continua com a porteira fechada e praticamente abandonado. Ele está morando na vila do assentamento, sem trabalho, dinheiro e sem condições de reconstruir a propriedade.

 

Outras 120 famílias não conseguiram retornar às propriedades atingidas pelo fogo. As pessoas permanecem no assentamento, alojadas em casas de parentes.

 

FONTE: http://www.globoamazonia.com/Amazonia/0,,MUL1631371-16052,00-PRODUTORES+DE+MT+TENTAM+RECUPERAR+AREAS+ATINGIDAS+NO+PERIODO+DE+QUEIMADAS.html

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br