2/01/2012 12:00 am

Primeiro protesto do ano na Colômbia será contra hidrelétrica

Primeiro protesto do ano na Colômbia será contra hidrelétrica

 

Organizações populares colombianas convocaram para terça-feira (3) uma paralisação no departamento de Huila, que será a primeira mobilização social de protesto do ano no país.

 

A jornada será realizada em rejeição a um projeto hidroelétrico que afeta milhares de pessoas e contra a concessão de exploração de petróleo em uma região de reserva florestal.

 

Os organizadores da manifestação notificaram a nova governadora do Huila, Cielo González, sobre o fato e pediram garantias para o protesto.

 

Também solicitaram sua intervenção perante o governo nacional e demandaram o apoio de organizações de direitos humanos e da Cruz Vermelha Internacional.

 

Sobre os motivos da manifestação, Elsa Ardila, presidente da Associação de Afetados pela Represa do Quimbo (uma das organizações convocantes), apontou que a construtora espanhola Emgesa não cumpriu seus compromissos.

 

Ardila sustentou em declarações à imprensa que a mencionada empresa atropela os direitos humanos dos moradores de pelo menos seis municípios do departamento.

 

Mencionou que grande parte da região ficou isolada devido à destruição de uma ponte pelos construtores da represa, que tinham o compromisso do consertar e de preparar outras duas vias alternativas.

 

Além disso, exigiu que se suspenda a licença ambiental concedida pelo Ministério de Ambiente à empresa Emerald Energy para a exploração petroleira em um páramo sobre a cordilheira oriental, o qual abastece de água vários municípios.

 

Fonte: Prensa Latina

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=172415&id_secao=7

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br