23/11/2011 12:00 am

Primeiro-ministro grego apresenta programa de governo no BCE

Primeiro-ministro grego apresenta programa de governo no BCE

DA EFE, EM BERLIM

DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

O primeiro-ministro da Grécia, o tecnocrata Lucas Papademos, se reuniu nesta quarta-feira em Frankfurt com o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, para apresentar seu programa de governo.

O chefe do Executivo grego, ex-vice-presidente do BCE, explicou em detalhes seu projeto, que inclui a implementação de todas as medidas de economia exigidas pela União Europeia (UE) e a suposta quitação de 50% da dívida soberana grega em mãos privadas.

Segundo informou o BCE em um breve comunicado, “a reunião focou-se nos últimos eventos e nas atuais políticas econômicas da Grécia” e após o encontro não foram concedidas declarações por nenhum dos participantes.

Enquanto isso, o ministro das Finanças grego e vice-presidente do governo de união nacional, Evangelos Venizelos, pediu aos conservadores –que integram o Executivo– que ratifiquem por escrito o compromisso de seguir os acordos fechados por Atenas com a zona do euro.

A Lei do Orçamento Geral de 2012 começou nesta quarta-feira seu trâmite legislativo ao ser iniciado o processo de revisão no Comitê de Assuntos Financeiros do Parlamento grego.

A visita de Papademos a Frankfurt faz parte de uma viagem europeia do primeiro-ministro para apresentar seu programa econômico, e que nesta tarde o levará a Bruxelas, onde se reunirá com os presidentes da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, e do Conselho Europeu, Herman van Rompuy.

Na quinta-feira, Papademos deve viajar para Luxemburgo para se reunir com o líder do Eurogrupo e primeiro-ministro luxemburguês, Jean-Claude Juncker.

A reunião de hoje no BCE aconteceu enquanto em Berlim a chanceler alemã, Angela Merkel, reiterava ao Bundestag (Parlamento) que sem o apoio explícito dos principais partidos políticos gregos ao programa de governo de Papademos, não será enviado à Grécia o sexto lance do primeiro resgate.

Na última sexta-feira, Papademos conversou com os chefes de missão do Fundo Monetário Internacional (FMI), do BCE e da Comissão Europeia, que se deslocaram a Atenas para supervisionar os progressos alcançados com o programa de austeridade.

‘ÚLTIMA OPORTUNIDADE’

O Banco Central grego afirmou nesta quarta-feira que o plano de redução da dívida de seu país elaborado pelos países da zona do euro no mês passado é “provavelmente a última oportunidade” da Grécia para reconstruir sua economia.

A instituição disse também que o não cumprimento dos objetivos estabelecidos pelo bloco e eventuais atrasos nas metas devem ser evitados “a todo o custo”.

Em 27 de outubro, os líderes da zona do euro chegaram a um acordo sobre um segundo plano de resgate para a Grécia, incluindo a eliminação de 100 bilhões de euros de sua dívida, ainda negociada, um novo empréstimo de 100 bilhões de euros e mais 30 bilhões para recapitalizar o setor bancário.

Em troca, a Grécia tem que continuar aplicando uma dura política de aperto fiscal, com cortes nos gastos públicos, afetando programas sociais.

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1010717-primeiro-ministro-grego-apresenta-programa-de-governo-no-bce.shtml

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br