20/04/2011 12:00 am

PORTUGUESES CULPAM SÓCRATES E CAVACO PELO ESTADO DO PAÍS

São 86 por cento os portugueses que acreditam que a culpa do estado a que o país chegou é do primeiro-ministro e do Presidente da República.

Para a maioria dos 803 inquiridos por um estudo da Marktest para a TSF e Diário Económico, o executivo liderado por José Sócrates não soube reagir atempadamente à pressão dos mercados e Cavaco Silva devia ter assumido um papel mais activo na actual crise financeira e política.

O estudo, realizado três dias após o congresso socialista em Matosinhos, revela ainda que os inquiridos acham que o recurso ao Fundo Europeu de Estabilização Financeira não é só culpa do primeiro-ministro. Sócrates partilha culpa com o líder do PSD Pedro Passos Coelho, visto como culpado dessa intervenção para 24 por cento das pessoas.

São 36 por cento os que acreditam ainda que a falta de apoio da União Europeia empurrou o país para a ajuda externa, questão que divide, uma vez que 45 por cento dizem o contrário.

Mais de 90 por cento mostram-se preocupados com um eventual aumento de impostos e entre 83 a 87 por cento mostram também apreensão por possíveis cortes nos salários, pensões ou 13º mês.

A maioria, 80 por cento, quer um governo maioritário rumo à estabilidade e 44 por cento só antevê uma saída desta situação daqui a cinco anos.

Este estudo foi feito entre os dias 11 e 13 de Abril a 803 indivíduos de ambos os sexos com mais de 18 anos, residentes em Portugal continental. A amostra foi estratificada por regiões do país. O intervalo de confiança foi de 95 por cento e a margem de erro de 3,46 por cento. Os indecisos foram redistribuídos de forma proporcional aos que declararam o sentido de voto.

 

FONTE: http://www.publico.pt/Pol%C3%ADtica/portugueses-culpam-socrates-e-cavaco-pelo-estado-do-pais_1490595

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br