16/04/2012 12:00 am

Por salário, cerca de 450 funcionários param usina de álcool em SP

Por salário, cerca de 450 funcionários param usina de álcool em SP

DE RIBEIRÃO PRETO

Desde a última quarta-feira (11), cerca de 450 funcionários da Usina Guaíra, no interior paulista, estão em greve e não têm previsão de voltar ao trabalho. Nesta segunda-feira (16), eles recusaram uma proposta de acerto feita pela empresa, localizada em Guaíra (432 km de São Paulo).

Segundo o tesoureiro do sindicato dos trabalhadores na indústria do álcool, Francisco Edvaldo da Costa, o Ceará, a principal reivindicação da categoria é a incorporação de uma remuneração variável de 34% ao valor registrado em carteira.

Atualmente, o percentual é pago somente durante a safra, que dura seis meses, conforme o sindicalista. Costa afirmou que a paralisação mobilizou quase todos os funcionários do setor industrial da usina –trabalhadores rurais e do transporte não fazem parte da greve.

A usina, de acordo com o sindicato, concordou hoje em incorporar a remuneração variável ao salário, mas somente a partir de janeiro de 2013. Proposta que não foi aceita pelos grevistas, segundo Costa.

Procurada pela Folha, até as 11h20 desta segunda-feira (16) a usina ainda não tinha se pronunciado sobre a paralisação.

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/ribeiraopreto/1076679-por-salario-cerca-de-450-funcionarios-param-usina-de-alcool-em-sp.shtml

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br