7/11/2012 12:00 am

Poder aquisitivo aumenta na Venezuela; mínimo supera R$1,2 mil

Poder aquisitivo aumenta na Venezuela; mínimo supera R$1,2 mil

 

O Índice de Remunerações dos assalariados na Venezuela registrou alta de 6,9% no terceiro trimestre do ano. O valor é inferior ao balanço do mesmo período do ano passado, como informam fontes oficiais.

De acordo com o Banco Central da Venezuela, entre julho-setembro, o indicador marcou uma alta de 12,7%. Já no segundo trimestre de 2012 o avanço foi de 9,2%.

 

O crescimento é atribuído a diversos fatores, entre eles a aplicação do segundo trecho da alta no salário mínimo que começou em setembro. Assim como o ajuste salarial dos trabalhadores da educação e aumentos decretados por algumas empresas.

 

Dessa forma, a variação anual acumulada do índice chegou a 21%, com 17,2% no setor estatal e 23% no privado.

 

O presidente do Instituto Nacional de Estatística, Elias Eljuri, afirmou que o salário mínimo na Venezuela supera o custo da cesta básica.

 

Os rendimentos pessoais estimam-se em três mil bolívares mensais (R$ 1.206), tomando em conta o salário básico de 2.047 bolívares (R$ 823,5) mais o adicional dos bônus de alimentação. A cesta básica se situou, no fechamento em setembro, em 1.881 bolívares (R$ 756,7).

 

Da Redação do Vermelho,

com Prensa Latina

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=198365&id_secao=7

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br