30/08/2010 12:00 am

PLEBISCITO PELO LIMITE DA PROPRIEDADE DA TERRA

PLEBISCITO PELO LIMITE DA PROPRIEDADE DA TERRA

 

UFMA se mobiliza para debater e apoiar
Campanha pelo Limite da Propriedade da Terra

No dia 1º de setembro, às 17 horas,será realizado na UFMA (Universidade Federal do Maranhão) um debate sobre a Campanha Nacional pelo Limite da Propriedade da Terra. O evento está mobilizando vários professores e alunos, especialmente do Centro de Ciências Humanas (CCH) e do Centro de Ciências Sociais (CCSO).
 
 Neste debate –
marcado para o auditório A do CCH – está previsto a participação das entidades que integram a coordenação da Campanha no Maranhão. No caso, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), a Comissão Pastoral da Terra (CPT), a Sociedade Maranhense dos Direitos Humanos (SMDH), a Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura do Estado do Maranhão (Fetaema) e o Fórum Carajás, além de pessoas do Tauá-Mirim, uma das comunidades que resistiu a implantação de um pólo siderúrgico na ilha de São Luís. 
 
O evento da UFMA acontece porque entre os dias 01 e 07 de setembro a sociedade brasileira irá às urnas para votar no Plebiscito Popular pelo Limite da Propriedade da Terra no Brasil. Ao longo destes dias todos poderão, com seu voto, dizer se é favor ou contra a concentração de terras no país, ou seja, se concorda ou não com o latifúndio.

Alimentos saudáveis e vida melhor na cidade e no campo
 
O plebiscito é uma iniciativa das 54 entidades que compõem o Fórum Nacional pela Reforma Agrária e Justiça no Campo, junto com a Assembléia Popular (AP) e o Grito dos Excluídos. A iniciativa conta também com o apoio oficial da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (Conic).


Estabelecer um limite para as grandes propriedades de terra é possibilitar, no Brasil, um aumento da produção de alimentos saudáveis e melhorar as condições de vida no campo e na cidade. Por isto, além desta grande consulta popular, a população brasileira também está sendo convidada para participar de um abaixo-assinado que já está circulando em todo país e que continuará após o plebiscito.
 
O objetivo desta coleta de assinaturas é entrar com um Projeto de Emenda Constitucional (PEC) no Congresso Nacional para que seja inserido um novo inciso no artigo 186 da Constituição Federal que se refere ao cumprimento da função social da propriedade rural.
 
Na Universidade Federal do Maranhão (UFMA) começou uma mobilização para o plebiscito e para o abaixo-assinado. A coleta de assinaturas já foi iniciada e, nos dias 1 e 2 de setembro, serão instaladas urnas na própria universidade (CCH e CCSO).  
 
O debate do dia 1º de setembro será um momento importante onde estudantes e professores terão mais informações e contato sobre este importante tema ligado ao direito a terra e à soberania alimentar do país. Antes, nos dias 30 e 31 de agosto, alunos e professores percorrerão as salas de aula para mobilizar e falar sobre a Campanha.
 

PARTICIPE VOCÊ TAMBÉM!

 

Mais informações: http://www.limitedaterra.org.br/

 

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br