27/06/2012 12:00 am

Parlamento venezuelano rechaça golpe no Paraguai

Parlamento venezuelano rechaça golpe no Paraguai

 

A Assembleia Nacional de Venezuela rechaçou o golpe de Estado perpetrado contra o presidente constitucional do Paraguai, Fernando Lugo, no último 22 de junho.

 

Em sessão ordinária celebrada nesta terça-feira (26), o Parlamento aprovou a proposta realizada pelo deputado Luis Acuña, que assegurou que a destituição responde aos interesses da oligarquia e atenta contra a integração das nações latino-americanas e caribenhas.

 

O Parlamento venezuelano decidiu, ademais, solidarizar-se com os movimentos sociais do Paraguai que apoiam Lugo. Assim, respaldou as decisões do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, de suspender o envio de petróleo ao Paraguai e retirar o embaixador venezuelano desse país sul-americano.

 

O primeiro vice-presidente da Assembleia Nacional, Aristóbulo Istúriz, afirmou que o golpe paraguaio tem fatura imperialista e oligárquica. Alertou que “nosso povo tem que estar alerta”, pois todo este panorama, estendido à situação da Bolívia e Argentina, coincide com a estratégia da burguesia venezuelana, que pretende desqualificar ao Conselho Nacional Eleitoral, antes das eleições presidenciais do próximo 7 de outubro.

 

Lugo foi destituído pelo Congresso de seu país em um processo de julgamento político que a maioria dos governos da região já declarou rechaçar.

 

Fonte: Prensa Latina

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=186996&id_secao=7

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br