7/12/2011 12:00 am

Parlamento grego adoptou orçamento que prevê quinto ano de recessão

Parlamento grego adoptou orçamento que prevê quinto ano de recessão

Por Paulo Miguel Madeira

A Grécia adoptou hoje de madrugada um orçamento extremamente rigoroso para 2012, após protestos populares em frente ao Parlamento que resultaram em confrontos com a polícia.

O Parlamento adoptou o Orçamento com os votos dos três partidos (socialista, direita e extrema-direita) que apoiam o Governo de coligação do primeiro-ministro Lucas Papademos, que não se submeteu a eleições, relatam as agências internacionais. O país tem em perspectiva de uma década de mais esforços se quiser manter-se numa zona euro que tenta evitar implodir.

O documento, aprovado por 258 dos 299 votantes, teve apenas 41 deputados a votarem contra, prevê uma forte baixa do défice do Estado, para 5,4% do PIB, e o quinto ano consecutivo de recessão no país, mostrando assim a determinação da classe política em ficar no euro e respeitar as promessas feitas aos credores externos.

O Orçamento para o próximo ano prevê nomeadamente novas subidas de impostos e cortes de despesa, com nova redução dos salários da função pública e redução do número funcionários. 

Se o país conseguir aplicar as reformas previstas para reduzir o seu nível de vida, deverá conseguir no próximo ano um excedente primário (sem serviço da dívida) de 1,1% do PIB, que dever recuar 5,5% este ano e 2,8% no próximo. O défice esperado para este ano é de 9%.

“A aplicação deste orçamento com sucesso vai restaurar a credibilidade internacional do país e criar as condições para socorrer a economia”, disse Papademos, um tecnocrata que já presidiu ao banco central do país, citado pela Reuetrs. “Não podemos continuar a lamentar-nos. Os objectivos são ambiciosos mas alcançáveis”.

http://economia.publico.pt/Noticia/parlamento-grego-adoptou-orcamento-que-preve-quinto-ano-de-recessao-1524097

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br