23/06/2010 12:00 am

PARANÁ LANÇA REDE DE COMUNICADORES PELA REFORMA AGRÁRIA

PARANÁ LANÇA REDE DE COMUNICADORES PELA REFORMA AGRÁRIA
23 de junho de 2010
Somos comunicadores e comunicadoras no Paraná em apoio aberto à Reforma Agrária, contrários à criminalização dos movimentos sociais – um cenário que, infelizmente, encontra terreno fértil na desinformação promovida pela grande mídia.

Hoje, a programação e o espelho da mídia têm refletido apenas a opinião das frações conservadoras do Judiciário, a visão do agronegócio e da bancada ruralista, apenas a voz pouco dialogável da senadora Kátia Abreu (DEM), quem recentemente chegou a amenizar a questão do trabalho escravo e o seu uso pelo agronegócio.

A revisão dos índices de produtividade (datados de 1975), a criminalização e expulsão de comunidades, os danos ambientais causados pelo agronegócio: são assuntos velados ou apresentados com aparência de uma nota só. E a mídia é quem dita o ritmo.

Por isso convocamos para se somarem à Rede os jornalistas progressistas e democráticos, os militantes sociais e qualquer comunicador que entende a Reforma Agrária como uma tarefa urgente em um contexto de concentração de terras e riqueza.

Se a imagem das laranjas da Cutrale é mil vezes repetida na grande mídia, por que não é dito que 1500 agricultores foram assassinados e apenas um terço dos casos foi a julgamento, desde 1985, de acordo com denúncia da Comissão Pastoral da Terra (CPT)? A quem interessa este silêncio?

ATO DE LANÇAMENTO
Rede de Comunicadores em Defesa da Reforma Agrária

Data
Hoje, quarta-feira, 23 de junho, às 19 horas

Mesa
João Brant – Intervozes – Coletivo Brasil de Comunicação Social
Michele Torinelli – Comissão Paranaense Pró-Conferência de Comunicação
Aniela Almeida – Sindicato dos Jornalistas do Paraná

Local
APP-Sindicato. Rua Voluntários da Pátria, 475 – 14º andar, Ed. Asa. Curitiba (PR)

FONTE: http://www.mst.org.br/node/10155

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br