25/09/2012 12:00 am

Paraguaios promovem "Semana Antimilitarista" contra golpe

Paraguaios promovem “Semana Antimilitarista” contra golpe

 

Organizada pelo Serviço Paz e Justiça do Paraguai iniciou-se na última segunda-feira (24) a Semana Antimilitarista, que faz uma chamado para a população para a desobediência aos golpistas, que desituíram o presidente eleito Fernando Lugo, ao autoritarismo e a imposição.

O evento, também apoiado por outras organizações, realizará nesta terça-feira (25) um painel-debate sobre o perigo de militarização da sociedade, a presença das multinacionais no país e a venda pelo Governo dos recursos naturais, destacou o programa de trabalho.

 

O lema principal da Semana, que se desenvolverá com diferentes atividades nesta capital, é o de defender uma vida digna sem violências para o povo e multiplicar a resistência ao Executivo nascido da interrupção do processo democrático em junho.

 

Um debate especial sobre o julgamento político desenvolvido contra Lugo para facilitar sua saída expedita do cargo para o qual foi eleito, faz parte das mencionadas atividades.

 

As deliberações desta terça-feira (25) versam sobre o tema da militarização e precederão à inauguração em uma tenda, colocada na praça da Democracia, que fica no centro de Assunção.

Isto inclui uma exposição de fotografias, grafites, caricaturas e projeção permanente de vídeos e documentais sobre a situação existente no Paraguai e o desenvolvimento das lutas dos sindicatos, camponeses, indígenas e outras entidades contra o atual governo.

 

Na próxima sexta-feira (28), coincidindo com o anunciado início de uma greve geral indefinida dos professores paraguaios, se levará adiante um intenso programa de atividades em apoio às campanhas sociais em marcha em todo o país.

 

Fonte: Prensa Latina

Foto: ABC Color

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=194694&id_secao=7

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br