23/11/2012 12:00 am

Paraguai: julgamento avalia que Congresso violou a Constituição

Paraguai: julgamento avalia que Congresso violou a Constituição

 

O Tribunal Ético, que julgou o Congresso paraguaio por várias acusações o declarou culpado pelo mal desempenho de suas funções e por violar a Constituição Nacional.

 

O júri, formado por personalidades que responderam ao chamado da Plataforma de Organizações Sociais pela Democracia para integrá-lo, emitiu seu veredito depois de analisar as acusações iniciais que denunciaram as testemunhas.

O Parlamento foi considerado culpado por despotismo, pelos retrocessos e impactos políticos, econômicos e sociais para o país, como consequência da destituição do presidente eleito constitucionalmente Fernando Lugo.

 

Isto cosntituiu, agregou a decisão, uma grave irresponsabilidade institucional por sua política ativa de isolamento do país e debilitamento dos principais processos de integração regional.

 

O Julgamento Ético do Tribunal declarou os deputados e senadores “personas non gratas”, os acusou de ter obtido beneficio político da sangrenta desocupação de camponeses de Curuguaty, onde morreram 17 pessoas, durante episódio que ainda não foi esclarecido.

 

Os manifestantes protagonizaram uma grande marcha pelo centro de Assunção, em solidariedade com os camponeses ainda presos, sem provas, e que realizam uma greve de fome há 58 dias e correm risco de morte.

 

Com Prensa Latina

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=199530&id_secao=7

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br