12/11/2012 12:00 am

Paraguai: camponeses e professores protestam contra governo

Paraguai: camponeses e professores protestam contra governo

 

Camponeses e professores paraguaios ocupam nesta segunda-feira (12) a Praça de Armas, que fica em frente ao Congresso, em protesto pela falta de atenção para suas demandas, enquanto os legisladores debatem o orçamento nacional de 2013.

 

Para prevenir incidentes um grupo de policiais reforçou a segurança nos arredores do Parlamento. Os camponeses, que permanecem no local há um mês, parte deles em greve de fome, chegaram da cidade Ñacunday (localizada à 394 quilômetros da capital) e formam parte de um contingente de milhares de camponeses sem terra que vivem há anos em barracas.

 

Eles querem a expropriação de parte do latifúndio do empresário Tranquilo Favero, que foi obtido, de acordo com suas denúncias, mediante procedimentos irregulares e protestam, porque um projeto de resolução da propriedade foi rechaçado e arquivado pelos congressistas.

 

Já os professores reclamam para os deputados as sérias carências que a escola pública sofre, especialmente a rural e a necessidade de incluí-la no orçamento, também rechaçam os recortes para a compra de artigos escolares e do complemento nutricional destinado para o almoço dos alunos, tudo o que afeta a permanência do estudante e favorece sua deserção.

 

Os docentes reclamam, além disso, da inclusão dos itens orçamentários destinados para diversas bonificações salariais combinadas com o Executivo após a greve geral dos meses anteriores.

 

A Federação de Educadores do Paraguai iniciará amanhã uma greve nacional em demanda do reingresso para os trabalhos de supervisores administrativos, que segundo os grevistas foram demitidos injustamente.

 

Fonte: Prensa Latina

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=198674&id_secao=7

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br